Witzel não descarta isolamento total no Rio

Depois de sugerir um isolamento mais brando em algumas cidades do Estado, o governador Wilson Witzel voltou atrás e disse não descartar o chamado ‘lockdown’ (isolamento total) no Rio. Durante uma entrevista na quinta-feira (9) ele admitiu que pode tomar essa decisão, caso haja orientação de especialistas de saúde. Além disso, o Witzel cobrou endurecimento dos prefeitos para evitar o avanço do coronavírus.

“O transporte público está reduzido em torno de 70%. Prefeitos têm que isolar essas áreas (com aglomeração de pessoas), colocar fita e barreira. Se o calçadão está lotado, isola. A Polícia está a disposição dos municípios. Se especialistas em medicina orientarem, adoto o lockdown”, afirmou o governador, que cobrou ainda, um maior rigor para punir quem desobedecer as ordens de isolamento social durante a quarentena.

“São Crimes de menor potencial ofensivo, tem que ser feita uma legislação federal que preveja multa”, completou. Sobre a flexibilidade em algumas cidades, Witzel tentou se explicar que serão pelo menso dois anos fazendo este controle, como ele disse de “abre a torneira, fecha a torneira”.

“As cidades do interior estão fechadas, não estamos fugindo ao protocolo. Vimos que essas cidades que não têm vírus circulando poderiam ter comércio liberado. É uma combinação de salvar vidas com resolver questão econômica”, esclareceu, mas dizendo que essa restrição pode mudar caso haja confirmação do novo coronavírus. Até o momento, 30 municípios estão enquadrados neste caso.

Em relação aos cofres do Estado o governador demonstrou preocupação, afirmando que há dinheiro em caixa apenas para os meses de abril e maio.

2 thoughts on “Witzel não descarta isolamento total no Rio

  • 10 de abril de 2020 em 12:05
    Permalink

    Esse governador tá se saindo um ditador sem moral .
    Ele sabe muito bem que está sendo babaca ferrando com a população .ele juntamente com outros querem afundar o país .quantoas pior
    Pra eles melhor são bando de ladrões corruptos

    Resposta
  • 11 de junho de 2020 em 17:39
    Permalink

    O objetivo da quarentena é, de fato, diminuir o numero de mortos. Em relação a isso, o governador está se saindo muito bem.

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

quatro + 2 =