Wilson Witzel confirma falta de leitos no Rio de Janeiro

O governador do Rio de Janeiro, Wilson Witzel, mostrou intensa preocupação com a propagação do coronavírus no Rio de Janeiro. Ele confirmou, nesta segunda-feira (16) que o Estado não tem leitos disponíveis para o tratamento da doença e somente daqui a 30 dias serão disponibilizados 300 leitos em dois hospitais, que não tiveram os nomes divulgados. Depois de mais 30 dias serão 600 leitos disponibilizados, somando os municipais e federais.

“Preciso ressaltar o apelo para população para ‘pelo amor de Deus’ e pelo amor que as pessoas têm aos seus pais e avós, o momento agora é de união de todos. Esse vírus se propaga rapidamente em aglomerações e ele vai se propagar de uma forma ou de outra. Mas podemos interferir na velocidade dessa propagação. Estamos conversando com os empresários para definirem turnos para os funcionários e também para reduzir a aglomeração em transportes públicos e restaurantes. O momento será difícil mas hoje não temos capacidade de absorver nenhum doente para doenças respiratórias em hospitais”, contou.

O governador explicou que a previsão é que até o final desse mês mais de 20 mil pessoas serão infectadas e dessas mais de 500 com dificuldades respiratórias. “Acho que o povo é fraterno e eu quero apelar pelo coração de cada um. Não vamos ter quer usar de força porque acredito que o povo vai ter consciência que eles vão ser os vetores dos vírus para pessoas que são mais debilitadas. As praias são para o carioca muito importante. Mas nesse momento elas serão armas que vão levar para dentro de casa tiros mais rápidos. A situação é grave e a situação vai ficar gravíssima. É um vírus letal para quem tem dificuldades respiratórias”, concluiu Witzel.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *