Viradouro agita Av. Amaral Peixoto com primeiro ensaio de rua após pandemia

Evento serve de preparação para desfile da escola na Sapucaí

A Escola de Samba Unidos do Viradouro realizou, na noite deste domingo (14), seu primeiro ensaio técnico de rua desde o início da pandemia de Covid-19, em março de 2020.  A diretoria da atual campeã do carnaval carioca usou as redes sociais para convocar o público a prestigiar esse importante momento de retomada das atividades da agremiação.

“Não precisa mais virar noites à espera e nem enlouquecer por querer esse momento, estamos chegando com tudo para o primeiro ensaio de rua!”, afirma post publicado nas redes sociais da escola.

De acordo com informações da escola, 1500 componentes participaram do ensaio na Av, Amaral Peixoto

A concentração aconteceu às 18h, na Av. Amaral Peixoto, esquina com a rua Visconde de Sepetiba, Centro. Tradicionalmente, a via é fechada para o trânsito em alguns domingos para realização dos ensaios técnicos de rua, algo fundamental para que a agremiação consiga acertar detalhes importantes antes da realização do desfile na Sapucaí.

Na Av. Amaral Peixoto, uma multidão com cerca de 5 mil pessoas acompanhou a passagem das alas com 1.500 componentes, todos cantando o inovador samba-enredo em forma de carta dos Compositores Felipe Filósofo, Fábio Borges, Ademir Martins, Porquinho e cia., sob o comando do interprete da escola, Zé Paulo Sierra 

Cerca de 5 mil pessoas acompanharam o primeiro ensaio de rua da escola após a pandemia

Para dar vida ao enredo “Não há tristeza que possa suportar tanta alegria”, os componentes da escola evoluíram na avenida ao som de 180 ritmistas comandados com a maestria de sempre do Mestre Ciça, para delírio da multidão que acompanhou o ensaio.

A Unidos do Viradouro será a quinta escola a desfilar no domingo de carnaval, em 2022. Os ensaios técnicos já estavam acontecendo na quadra da escola, no Barreto.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

cinco × cinco =