Violência de criminosos na RO preocupa os moradores

Augusto Aguiar

“O negócio está cada vez mais complicado”. O comentário nas redes sociais de um niteroiense resume a preocupação da população com a escalada da violência tanto no estado quanto no município, diante de ocorrências na Região Oceânica. Em uma delas, na manhã de quinta-feira, também de acordo com relatos na internet, o condutor de uma caminhonete, modelo S-10, passava pela pela Avenida Central, uma das mais conhecidas da RO, quando foi rendido por assaltantes. A vítima, que, segundo relatos, estava com os filhos no veículo, teve o veículo roubado e ainda foi agredida a coronhadas.

“Galera da Região Oceânica mais do que nunca fiquem ligados”, postou outro niteroiense nos comentários. Os números de abril divulgados pelo Instituto de Segurança Pública (ISP) mostram que os bairros que compõem a Região Oceânica registraram 16 ocorrências de roubos de veículos, 7,65% dos 209 comunicados nas delegacias da cidade. A maior incidência desse tipo de crime mais uma vez ficou com a Zona Norte de Niterói, com 88 (42,10% do total de ocorrência). Nas áreas do Centro e Zona Sul (respectivamente 76ª DP/Centro, 77ª DP/Icaraí, e 79ª DP/Jurujuba) a totalização de comunicação de roubos de veículos gerou 105 ocorrências do tipo, ou seja, mesmo com intensificação de policiamento, as ocorrências se sucedem. Vale lembrar que as 16 ocorrências da Região Oceânica representaram o menor número entre as distritais de Niterói e ainda assim se traduzem em preocupação para os moradores e pedestres.

Com relação aos roubos a transeuntes, a Região Oceânica registrou 21 deles no mês de abril, com 47 na Zona Sul, 54 no Centro e 40 na Zona Norte. A Polícia Militar informou que o patrulhamento nos bairros, sobretudo na Região Oceânica, tem sido intensificado com blitzes, rondas e incursões rotineiras, com objetivo de reduzir os índices de criminalidade.

Na última quarta-feira, referindo-se a outra modalidade de crime que preocupa os moradores, o roubo de residências, o comandante do 12º BPM, coronel Márcio Rocha, informou que a PM está patrulhando a RO, inclusive com ações conjuntas com a 81ª DP (Itaipu) para conter a chamada mancha criminal. Na quarta-feira a residência de um médico foi invadida por dois assaltantes, em Itacoatiara. A vítima passou por momentos difíceis junto com a família. Com base em imagens de câmeras de segurança, a DP de Itaipu agiu com rapidez, identificou e prendeu um dos acusados, na tarde de quinta-feira, pouco mais de 24 horas após o delito, recuperando parte dos pertences roubados.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

15 + 15 =