Veleiro ‘Cisne Branco’ bate em ponte de pedestres, no Equador

O navio-escola Cisne Branco, da Marinha do Brasil, colidiu com a ponte de pedestres que liga a cidade de Guayaquil à Ilha de Santay, no Rio Guayas, no Equador, na tarde dessa segunda-feira (18).

Em vídeos que circulam nas redes sociais, é possível observar outra embarcação tentando rebocar o veleiro que havia sido arrastado pela correnteza, ao tentar atravessar a área de tombamento. O navio-escola tentou evitar o impacto contra a ponte, mas, como mostram as imagens, a embarcação foi arrastada pela força da correnteza e se chocou com a ponte. Nesse momento, o navio da Marinha chegou a tombar, se estabilizando logo em seguida.

Através de nota divulgada ontem, a Marinha do Equador esclareceu que, devido ao acidente envolvendo o navio-escola e o rebocador, protocolos de emergência foram adotados. A nota esclarece, ainda, que não há feridos em decorrência do acidente .

A embarcação esteve em Santos em setembro deste ano para dar início às comemorações dos 200 anos da Independência do Brasil, que será celebrado em 2022.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

dois × 4 =