Vereadores eleitos formam bloco independente em Niterói

Wellington Serrano
Anderson Carvalho

Os vereadores eleitos Sandro Araujo (PPS), Leandro Portugal (PV), Carlos Jordy (PSC), Renatinho da Oficina (PTB), Ricardo Evangelista (PRB) e doutor Paulo Velasco (PTdoB) selaram na noite de ontem a construção de um bloco parlamentar independente, que quer iniciar a discussão sobre a nova mesa diretora da Câmara de Vereadores para a próxima legislatura, ano que vem. O grupo terá um encontro nesta quarta-feira (28), às 11h, com o presidente Paulo Bagueira (SDD).

Segundo fontes, intenção do grupo é depois de quatro anos fazer um candidato a presidente do Legislativo. Em nota, Sandro Araújo, que lidera o grupo, declarou que a renovação substancial da Câmara de Vereadores demonstra a intenção da sociedade em mudar radicalmente os rumos tomados por aquela casa de leis.

“Somos seis vereadores (seis votos) que vamos caminhar juntos e que não possuímos compromisso com o ‘sistema’ e sim com a sociedade. Obviamente que respeitando as diferenças ideológicas de cada um e nossas posições dentro da arquitetura do governo, votaremos sempre tendo em vista a sociedade independente do partido de cada um”, disse o vereador eleito.

Para o vereador verde Leandro Portugal mesmo com posicionamentos políticos convergentes, os seis vereadores veem como positiva a ideia de discutição em conjunto das pautas importantes da cidade. “Sem dúvida é um bloco que representa a renovação e estamos avançando nossas conversas de uma maneira muito madura e ponderada, sempre discutindo o que é melhor para Niterói”, ressalta o parlamentar.

Segundo Carlos Jordy, o novo bloco representa cerca de 15 mil eleitores. “Vamos votar em nosso bloco sempre pensando no bem da população. Teremos uma postura diferente para votar de acordo com a situação e não como mandam”, concluiu Jordy.

Líder do grupo é policial federal
Ao defender a posição de independência do grupo no Legislativo, Sandro Araújo disse que os vereadores que formam o bloco não possuem compromissos com ninguém a não ser com os eleitores. “Por isso, não vamos negar a nossa história”, garantiu Araújo, que disputou a sua primeira eleição.

“A minha campanha foi baseada muito nas redes sociais. A minha fanpage tem 25 mil seguidores”, contou Sandro Araújo. Ele tem 46 anos de idade e 20 como policial federal. Ele irá presidir a Comissão de Educação da Câmara. Idealizador do projeto Geração Careta, existente há 14 anos e que já atendeu a seis mil jovens com atividades esportivas, tirando-o do mundo das drogas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

cinco − 2 =