Venezuelana que mora em Niterói quer arrecadar R$ 8 mil para trazer os filhos

Wellington Serrano –

Através de uma campanha de financiamento coletivo por grupos de internet, a venezuelana Ninoska Cariño, de 43 anos, que mora em Itaipu, na Região Oceânica de Niterói, quer conseguir atingir a meta estipulada em R$ 8 mil para arrecadar dinheiro para passagens dos três filhos para trazê-los da Venezuela para o Brasil.

Nina, como é conhecida, foi a primeira da família a sair do seu país e está há seis meses em Niterói em busca de recolocação no mercado de trabalho, já que é massoterapeuta e faz acupuntura. Segundo ela, a saudade é muito grande. “Tenho seis messes que estou aqui e preciso de ajuda para trazer os meus filhos para perto de mim… Lá (na Venezuela) a situação é insuportável e difícil para obter as coisas mais simples, como comida e remédios….”, disse Nina.

Ela reclama que não teve nenhuma ajuda do governo e espera resolver a situação através da solidariedade. “Minha filha mais velha, Maria Daniela, tem 19 anos, e com sonha em estudar jornalismo. As faculdades lá são impagáveis e as públicas não tem professores bons (muitos foram embora do país). Gabriela tem 11 anos e o Samuel tem seis e eu só desejo cada dia mais em estar com eles”, lamentou.

Nina agora corre contra o tempo para conseguir reunir a família novamente. As três passagens têm o custo estimado em U$ 2 mil (cerca de R$ 8 mil) para trazer as crianças para perto da mãe que sofre de saudades. “O mês de dezembro, por exemplo, foi muito difícil para mim estar longe das crianças no Natal. Maria está com meu pai Manuel Cariño em Caracas e Samuel e Gabriela estão com o pai na cidade de Mérida” afirmou a venezuelana.

A intenção dela é arrecadar todo o dinheiro o mais rápido possível já que está iniciando do zero. No momento ela conta apenas com ajuda dos poucos amigos e apoio do Jornal A Tribuna que divulga a campanha, feita por meio de grupos na internet, algumas aceitando doações a partir de R$ 10, representada como “Campanha de Doação para trazer filhos da Venezuela”.

As doações podem ser realizadas na conta do Banco do Brasil, agência 3096-1, contas: poupança: 1.635-7 51 e corrente: 1.635-7, em nome de Ninoska M C Cardozo. Os interessados em ajudar podem obter mais informações por telefone (21) 98941-9100 ou pelo e-mail
[email protected],

CRISE NA VENEZUELA — A crise na Venezuela, que neste início de 2019 vive a instalação de um governo paralelo ao do presidente eleito, Nicolás Maduro, vem ganhando contornos de tragédia há alguns anos. Milhares de pessoas estão nas ruas do país para pedir a saída de Maduro. Há muita violência com os protestos. Durante uma manifestação em Caracas, o líder oposicionista Juan Guaidó, deputado de 35 anos que tomou posse no dia 11 de janeiro como presidente da Assembleia Nacional, se declarou presidente interino do país.

Um comentário em “Venezuelana que mora em Niterói quer arrecadar R$ 8 mil para trazer os filhos

  • 21 de fevereiro de 2019 em 17:27
    Permalink

    Falta DINHEIRO PARA COMIDA

    COMO PENSAR EM PASSAGEM
    …,.DE AVIÃO.

    QUE ISSO?

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *