Vendas no Dia dos Namorados ficarão 4% abaixo do nível de 2019

Um levantamento da Associação Brasileira de Lojistas de Shoppings (Alshop) com dados fornecidos pela Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC) sobre o Dia dos Namorados no comércio, aponta que as vendas deverão ficar 4% abaixo do patamar de 2019, regredindo pouco mais de dois anos em faturamento esperado nas lojas. 

Apesar do número, quando comparado com 2020, quando quase todo o comércio estava fechado em junho, a expectativa de crescimento é de 29,4%. Assim, as vendas devem chegar neste ano a R$1,8 bilhão.

“Após o ano de 2020, aprendemos muito com a pandemia e mesmo neste cenário, vemos uma boa expectativa econômica com a sexta revisão de aumento do PIB para este ano e 1,2% de elevação no primeiro trimestre o que certamente é uma boa surpresa”, explica Nabil Sahyoun, presidente da ALSHOP. 

Para a data, o comércio se prepara para receber o público, lojas já iniciaram ações comerciais e promoções investindo em divulgação e propaganda para aumentar as vendas no período. Neste ano, boa parte das lojas de shopping estão abertas ainda que em horário sensivelmente reduzido e com capacidade limitada.

Segundo o levantamento, os itens mais procurados nesta data serão vestuário feminino e masculino, moda íntima, artigos para dormir, maquiagem e cosméticos, calçados e acessórios, chocolates e flores. Os itens eletrônicos, antes campeões de vendas, ficam em segundo plano como os smartphones impactados pela alta do dólar.

Cerca de 50% dos consumidores pretendem comprar algum presente nesta data em todo o país. E, destes, 60% pretende gastar entre R$ 50 e R$ 200 até o próximo dia 12 de junho. Outros 20% pretendem consumir mais do que R$200 nesta data, enquanto a minoria irá comprar algo com valor inferior a R$ 50.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

4 × três =