Vendas em Niterói apresentaram queda de 1,5% em Abril

Raquel Morais –

Dados da Câmara de Dirigentes Lojistas de Niterói (CDL-Niterói) apontam que abril apresentou uma queda de 1,5% nas vendas, quando comparado com o mesmo período de 2016. No mesmo mês o movimento no comércio caiu 1% em todo o país, segundo levantamento do Serviço Central de Proteção ao Crédito (SCPC).

De acordo com Luis Vieira, vice-presidente da CDL-Niterói, apesar da queda no movimento alguns segmentos apresentaram uma alta, proveniente da injeção de dinheiro na economia por conta da liberação do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS). “O clima da cidade em termo de crescimento é estável, já que a cidade mantém o pagamento de fornecedores em dia, por exemplo. Além disso o clima otimista também favorece o município, com grandes inaugurações como o túnel Charitas-Cafubá”, exemplificou.

Segundo dados do SCPC, na avaliação acumulada em 12 meses (maio de 2016 até abril de 2017) houve queda de 3,4% frente aos 12 meses antecedentes. Já na comparação mensal contra o mesmo mês do ano anterior, houve diminuição de 5,2% das vendas em níveis nacionais. Ainda segundo nota o setor de “Móveis e Eletrodomésticos” apresentou queda de 3,7% entre março e abril, descontados os efeitos sazonais. Já “Tecidos, Vestuários e Calçados” subiu 0,6% no mês, “Supermercados e Alimentos e Bebidas” subiu 0,6%. “As vendas de móveis está muito fraca. A loja fica vazia e as vezes ficamos meses com o mesmo mostruário. Não é a toa que muitos colegas já fecharam as portas. Mas seguimos confiantes que essa crise toda vai melhorar”, comentou um vendedor que preferiu não se identificar.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

5 − 4 =