Vendas em Niterói abaixo em 10% do Natal de 2015

Raquel Morais

Dados da Câmara de Dirigentes Lojistas de Niterói (CDL-Niterói) apontaram que as vendas na época do Natal 2016 foram 10% abaixo do mesmo período de 2015. O principal motivo, crise financeira do Estado, impactou diretamente as vendas e comerciantes estão arriscando de tudo para retomarem as negociações. Promoções, remarcações e muito jogo de cintura estão fazendo parte desse novo momento dos empresários.

O vice-presidente da CDL Niterói, Luiz Vieira, apontou que a queda nas vendas se deu devido “a crise do estado, das prefeituras de cidades vizinhas que se encontram com dificuldades e consequentemente as empresas prestadoras de serviço. Com isso, o estoque deverá ser liquidado com promoções para escoar o que foi comprado apesar de janeiro ser um mês de grandes despesas para a população”, comentou.

A vendedora da loja Via Curtume, em Icaraí, Chíntia Lima, 21 anos, concorda com a pesquisa da CDL-Niterói. “Trabalho com comissão e nesse período, que geralmente ganhamos mais, as vendas foram muito baixas”, explicou. A gerente da loja, Bianca Magalhães, 44 anos, também confirmou essa situação. “O que vi foram muitas pessoas comprando presentes para si e nada de presentes para outras pessoas. Por isso estamos apostando em promoção para chamar atenção dos clientes e na compra de dois produtos o terceiro mais barato fica de graça”, explicou. No São Gonçalo Shopping e Pátio Alcântara, entre os dias 6 e 8 de janeiro será realizado o “Saldão e Natal” para incrementar as vendas para os lojistas e também queimar os estoques. Nos três dias os descontos podem chegar a 70% em todos os segmentos. “O saldão oferece uma ótima chance para os clientes adquirirem produtos por preços mais acessíveis. Muitas pessoas já esperam para comprar eletrodomésticos nessa época, por exemplo”, completou Sandra Lima, gerente de marketing do São Gonçalo Shopping.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

quatro × dois =