Venda de repelente aumenta na cidade

Raquel Morais

Comerciantes confirmam o aumento da venda de repelentes em estabelecimentos comerciais de Niterói. A procura ficou ainda maior após a divulgação da morte de um macaco por febre amarela, após contagio com o mosquito Aedes Aegypti. Na hora de comprar o protetor contra insetos o niteroiense deve ter cuidado para analisar a relação quantidade e preço. Em alguns casos a diferença entre uma marca e outra chega aos 354%.

Na farmácia Favorita, em Icaraí, a responsável pela administração do estabelecimento, Catarine Segges, disse que o aumento foi muito expressivo nas vendas. Ela ainda informou que algumas distribuidoras já estão em falta e atrasam a entrega dos repelentes. “As pessoas estão comprando muito e estamos o tempo todo abastecendo o estoque, para não ficarmos desabastecidos. O modelo em spray é o que mais vende”, comentou. A niteroiense Luana Dias, 31 anos, mora na Região Oceânica e disse preferiu o modelo em spray pela praticidade, principalmente para passar em criança pequena. “As vezes a criança não quer parar de brincar para passar repelente. Assim é muito mais fácil e é só espirrar o repelente e pronto, eles ficam protegidos”, explicou.

Quando o assunto é preço a pesquisa é a melhor aliada de quem quer, e precisa economizar. Em um levantamento de preço que a reportagem de A TRIBUNA realizou entre oito tipos de repelentes a diferença de valor entre o mais caro, R$ 47,90, e o mais barato, R$ 10,55, chegou aos 354%. Por exemplo, o OFF Family 100ml foi encontrado por R$ 10,99 em Icaraí e no mesmo bairro o mesmo repelente com 200ml estava sendo vendido por R$ 35,39. Nesse caso é mais vantajoso a pessoa comprar duas embalagens de 100ml cada e a economia ainda vai ser de R$ 13,41, ou seja, a pessoa pode comprar três embalagens e ainda sobraria uma quantia de R$ 2,42.

Outro exemplo de comparação em relação as quantidades foi visto com o Repelex spray de 100ml que foi encontrado por R$ 10,55 enquanto o No Inset kids de 110ml custava R$ 19,69. Fazendo as contas o segundo custa R$ 9,14 a mais do que o primeiro por apenas 10ml a mais, ou seja, completando mais R$ 1,41 o consumidor compra outro vidro e ficaria com o total de 200ml de repelente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

10 + 18 =