Vasco prega paciência para embate contra a LDU

O Vasco volta a campo amanhã, quando vai medir forças com a Liga Deportiva Universitaria, a LDU, do Equador, em São Januário, no Rio de Janeiro, às 19h30min (de Brasília), pela rodada de volta da segunda fase da Copa Sul-Americana. Após perder por 3 a 1 na ida, o Cruz-Maltino vai precisar ganhar por 2 a 0 para se classificar ou por três ou mais gols de diferença. Isso porque, os tentos anotados como visitante valem como critério de desempate no torneio.

Para atingir esse objetivo os vascaínos têm a fórmula mágica: paciência e tranquilidade. “Vamos precisar ter paciência em campo, trabalhando bem a bola, valorizando a posse e encontrando a hora certa de construirmos o resultado que nos interessa. A LDU com certeza vai esperar para jogar no nosso erro e não podemos falhar. O Vasco está evoluindo e vai precisar demonstrar muito isto nesta quinta-feira”, disse o lateral-direito Yago Pikachu, que vem jogando de maneira improvisada no meio.

O goleiro uruguaio Martín Silva pensa de maneira parecida. “Nós vamos precisar de muita tranquilidade e inteligência para conseguirmos o objetivo da classificação. Não podemos atacar de qualquer maneira, pois a equipe deles vai acabar tendo sucesso se deixarmos espaços. Todos estão conscientes do que precisam fazer dentro das quatro linhas. Não podemos cometer nenhum tipo de erro pois eles podem acabar custando muito caro. A tranquilidade é fundamental, assim como a paciência”.

Na manhã de ontem o elenco treinou em Vargem Grande, porém, a maior parte dos titulares ficou fazendo trabalho regenerativo. O zagueiro Leandro Castán e os atacantes Max López e Vinícius Araújo deram voltas ao redor do gramado, assim como o zagueiro Breno, que cumpriu suspensão diante do São Paulo.

O lateral-direito Lennon, em transição por conta de uma lesão muscular na coxa direita, voltou a trabalhar com o grupo, mas não será relacionado contra a LDU. Hoje o plantel treina pela manhã, quando Jorginho vai definir a escalação. Depois começa o período de concentração.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *