Vasco perde do Volta Redonda e decidirá classificação na última rodada

Com um gol marcado por David Batista aos dois minutos do primeiro tempo, o Volta Redonda derrotou o Vasco por 1 a 0 em jogo disputado na noite deste domingo, no estádio Raulino de Oliveira, em Volta Redonda. Com o resultado, o time de São Januário segue na segunda posição do Grupo C do Campeonato Carioca com seis pontos ganhos, mesma pontuação do Voltaço que é o terceiro colocado. Com o Fluminense já classificado, a segunda vaga no grupo vai ser decidida na próxima rodada.

O Vasco voltou a mostrar um futebol irregular. Sofreu um gol no início e perdeu diversas chances para marcar. Sem Thalles, o técnico Cristovão Borges precisou improvisar no sistema ofensivo e não obteve sucesso. O Volta Redonda mostrou uma equipe disciplinada que soube aproveitar bem a vantagem alcançada nos primeiros minutos da partida.

Na próxima rodada, o Vasco vai receber a Portuguesa, em São Januário. O Volta Redonda vai encarar o Fluminense no Giulite Coutinho.

O JOGO

O Volta Redonda saiu na frente logo aos dois minutos. Diego Souza bateu falta na área e David Batista, de cabeça, colocou nas redes de Martín Silva. Depois de sofrer o gol, o Vasco partiu para buscar o empate, enquanto o Voltaço se retraía em sua defesa, buscando surpreender os adversários. Aos dez minutos, Diego Souza quase fez isso com Martín Silva ao receber na área, girar e bater com perigo.

Aos 11, Kelvin dividiu com o zagueiro e caiu pedindo a marcação de pênalti, mas o árbitro considerou o lance como normal. O time de Cristovão seguiu pressionando e quase empatou aos 17 minutos em cobrança de falta executada por Nenê. O goleiro Douglas Borges defendeu parcialmente e depois de confusão na área, Guilherme bateu por cima.

O Volta Redonda seguia muito recuado, se defendendo com quase todo mundo e investindo em lançamentos para David Batista, isolado entre os zagueiros.

Aos 24 minutos, o Vasco desperdiçou ótima chance para empatar. Kelvin fez lindo lançamento para Guilherme, que concluiu mal quando tinha tudo para marcar. A resposta do Volta Redonda veio em cobrança de falta de Diego Souza, que causou problemas na zaga cruz-maltina, que teve muitas dificuldades para afastar o perigo.

Com 33 jogados, o Vasco voltou a ameaçar em novo chute de Guilherme, que obrigou o goleiro Douglas Borges a se esticar para evitar que a bola entrasse. Dois minutos depois foi a vez de Rodrigo mandar uma bomba, mas a bola saiu.

Aos 39, Guilherme, o mais produtivo da equipe, deu uma caneta no marcador e mandou no ângulo. Douglas Borges fez outra grande defesa. Logo depois, o mesmo Guilherme acertou a trave do time da casa.

O Vasco voltou embalado no segundo tempo e, antes do primeiro minuto, criou a primeira chance com Kelvin, que chutou com perigo depois de bonita jogada de Nenê. O Voltaço respondeu com chute de Luiz Gustavo, que Martín Silva defendeu. Aos dez minutos, o técnico Cristovão Borges decidiu promover a estreia do meia Wagner, que entrou na vaga do volante Bruno Gallo.

Mesmo com as mudanças, o Vasco seguiu enfrentando dificuldades para penetrar na retranca armada pelo Volta Redonda, que pouco se arriscava no ataque.

Por fim, aos 32, Nenê bateu falta e a bola bateu na rede pelo lado de fora, dando falsa impressão aos torcedores, que chegaram a gritar gol. O Vasco aumentou a pressão em busca do gol de empate, mas o Volta Redonda se defendeu com muita bravura e segurou o resultado.

FICHA TÉCNICA
VOLTA REDONDA 1 X 0 VASCO

Local: estádio Raulino de Oliveira, em Volta Redonda (RJ)
Data: 12 de fevereiro de 2017, domingo
Horário: 19h30 (de Brasília)
Público: 6498 pagantes
Árbitro: Leonardo Garcia Cavaleiro
Assistentes: Carlos Henrique Alves de Lima Filho e Marcio Moreira de Queiroz

Cartão Amarelo: Jean, Gilberto(Vas); Diego Souza(VR)

Gols:
VOLTA REDONDA: David Batista aos dois minutos do primeiro tempo

VOLTA REDONDA: Douglas Borges,Henrique, Felipe,, Luan e Cristiano; João Cleriston, Marcelo, Luiz Gustavo(Higor Leite) e Diego Souza; Pipico(Octávio) e David Batista(Diogo Alves)
Técnico: Cairo Lima

VASCO: Martín Silva, Gilberto, Luan, Rodrigo e Alan Cardoso(Escudero); Bruno Gallo(Wagner), Jean, Guilherme e Nenê; Kelvin e Muriqui(Ederson)
Técnico: Cristóvão Borges

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

dezoito − sete =