Vacinas da Janssen devem chegar na terça (15), diz ministro

Em entrevista coletiva concedida neste sábado (12), o ministro da saúde Marcelo Queiroga anunciou que o Brasil recebe, nesta terça (15), as primeiras 3 milhões de doses da vacina Janssen. Os imunizantes serão aplicados em dose única e deverão ter a validade estendida em mais seis semanas, chegando até o dia 8 de agosto, de acordo com o ministro.

O aumento no tempo do vencimento se deve ao fato da Johnson & Johnson, responsável por essa vacina, anunciar que a FDA, a agência reguladora de medicamentos dos EUA, ter aumentado de três para quatro meses e meio o prazo de validade da vacina Janssen contra a Covid-19.

Segundo Queiroga, a distribuição das doses acontecerá nas capitais por uma questão de logística.

“Essas vacinas devem chegar ao Brasil na terça-feira pela manhã. Essas doses têm um desconto de 25% em relação ao valor anteriormente acertado. Isso ocasiona uma economia de cerca de R$ 480 milhões. O pagamento só ocorrerá em relação às doses que forem efetivamente aplicadas. Essas doses têm prazo de validade mais curto, mesmo assim a FDA autorizou que o prazo de validade seja estendido. Por conta disso, o Programa Nacional de Imunização decidiu que essas doses devem ser aplicadas nas capitais. Assim, temos mais agilidade em entregar essas doses à população brasileira”, afirmou o ministro.

A vacina da Janssen é aplicada em dose única. Ou seja, de acordo com a Jhonson & Jhonson uma aplicação desse imunizante equivale às duas doses das vacinas Pfizer, CoronaVac e AstraZeneca, que são as que estão sendo aplicadas no país até o momento. O lote que vai chegar na terça é o primeiro das 38 milhões de doses que estão previstas para chegar no Brasil. As demais quantidades não têm previsão de entrega.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

3 × 4 =