Vacinação contra gripe caminha a passos lentos

Geovanne Mendes –

Os números não deixam dúvidas: oito em cada dez pessoas que fazem parte dos grupos prioritários para receber a vacina contra a gripe na campanha deste ano ainda não procuraram os postos de saúde. Fazem parte desse grupo as crianças de seis meses a menos de cinco anos de idade, as gestantes, os maiores de 60 anos, as mulheres com até 45 dias do parto, os trabalhadores da saúde e os indígenas. A Campanha Nacional de Vacinação contra a Gripe vai até o dia 26 de maio, mas a população pode aproveitar o Dia D, que acontece neste sábado, para se imunizar. A recomendação do Ministério da Saúde é que todos os postos de saúde do país estejam abertos, das 8h às 17h, para a campanha.

Em Niterói serão mobilizados em torno de 550 profissionais de saúde no sábado nas 50 salas de vacina do município. A meta é imunizar 162.762 pessoas até o fim da campanha. A secretária Municipal de Saúde, Maria Célia Vasconcellos, alerta para a importância da vacina e convoca a população para o Dia D.

“Nas três primeiras semanas da campanha foram vacinados 43.335 mil pessoas, representando 25% do público total. A imunização reduz o número de internações, complicações e mortes em decorrência de infecções causadas pelos vírus da doença”, explica Maria Célia, orientando as pessoas a não deixarem para se vacinar nos últimos dias, quando normalmente as filas e o tempo de espera são maiores.
Mãe de um bebê de apenas 30 dias, a administradora Érica Mattos, de 36 anos, não perdeu tempo e levou toda a família para a Policlínica Regional Dr. Sérgio Arouca, em Santa Rosa.

“Eu sou muito preocupada com doenças, trouxe a minha filha de 11 anos e o meu pai de 60 anos para também se imunizarem. Agora ficaremos mais tranquilos, porque não existe coisa pior do que gripe, um fica doente e de repente todos estão sofrendo do mesmo mal”, comemorou a administradora.

Já em São Gonçalo, desde o início da Campanha de Vacinação, apenas 47.924 pessoas se imunizaram. A meta é vacinar 90% do público-alvo, o equivalente a 183.719 pessoas.

No estado do Rio de Janeiro, a estimativa é vacinar 4,5 milhões de pessoas até o final da campanha, mas até o dia 8 de maio foram aplicadas 832.994 doses, segundo o registro feito pelos municípios fluminenses. A vacina protege contra os três subtipos do vírus da gripe que mais circularam no último ano no Hemisfério Sul, de acordo com determinação da Organização Mundial da Saúde.

“É importante que os grupos prioritários compreendam a necessidade de se proteger. A vacina leva aproximadamente 15 dias para garantir a imunização completa e é preciso se antecipar à chegada do frio”, ressaltou o secretário de Estado de Saúde, Luiz Antônio Teixeira Jr.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *