Vacinação começa com drive-thru em Niterói

Começou ontem a vacinação contra gripe, em todo o país. Em Niterói, por conta do perigo de aglomeração, os profissionais de saúde aplicaram as vacinas em serviços de drive-thru, onde a pessoa nem sai do carro e recebe a medicação dentro do veículo. O objetivo da antecipação é evitar o aumento de doenças respiratórias e sobrecarga do sistema de saúde. A imunização ocorrerá em três etapas e seguirá até 22 de maio. A meta da Fundação Municipal de Saúde (FMS) é imunizar pelo menos 90% de cada grupo alvo.

Profissionais de saúde aplicando a vacina no Vital Brazil

Olga Guimarães fará 103 anos em setembro e não esperou para tomar a vacina. Logo nas primeiras horas da campanha foi de carro junto com sua sobrinha tomar a vacina. Apesar de ter sentido uma pequena dor, ela alertou para importância da vacinação contra a influenza

“A médica mandou, para se prevenir, para em caso de coronavírus já elimina alguns diagnósticos”, esclareceu.

Ela foi uma das vacinas pelo serviço drive-thru. Em todos os pontos de Niterói que o serviço estava sendo disponibilizado, uma fila de carros se formou, cada vacina levava menos de dois minutos para ser aplicada. Mas para os profissionais de saúde da cidade, a medida é melhor do que aglomeração dentro das unidades.

No primeiro momento, serão vacinados idosos a partir de 60 anos e profissionais de saúde. No dia 16 de abril, começa a vacinação para professores das escolas públicas e privadas, profissionais das forças de segurança e salvamento, portadores de doenças crônicas não transmissíveis e outras condições clínicas especiais os quais devem levar a prescrição médica especificando o motivo da indicação da vacina.

A terceira e última fase, que terá início a 9 de maio, atenderá crianças de 6 meses a menores de 6 anos, gestantes, puérperas (mulheres nos últimos 45 dias de gestação), adultos de 55 a 59 anos de idade, povos indígenas, população privada de liberdade e funcionários do sistema prisional.

O prefeito de Niterói lembrou que não precisa de correria.

“A população não precisa correr. A vacinação vai durar 60 dias e estamos adotando iniciativas que contribuirão neste processo de imunização. As equipes do programa Médico de Família realizarão atendimento domiciliar também. Além disso, colocaremos um sistema estilo drive-thru na porta de unidades de saúde para que os idosos possam ser vacinados na porta do carro”, disse.

Mesmo com o serviço drive-thru as vacinas também são aplicadas dentro das unidades de saúde. Como medida de prevenção ao novo coronavírus, funcionários das salas de vacina organizam as filas para evitar aglomeração, sempre dando espaço entre cada pessoa. Todos os profissionais da saúde também estão equipados com máscara, luvas e capotes para evitar contaminação.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *