Usuário de drogas voltam a ocupar cracolândia em Niterói

Wellington Serrano

Usuários de drogas voltaram a ocupar, ontem, a cracolândia em uma residência que está abandonada na Avenida Roberto Silveira, após a operação da Guarda Municipal para combater o tráfico na região. Segundo a Companhia de Limpeza de Niterói, (Clin), quatro toneladas de lixo foram recolhidas da ocupação irregular.

Na segunda-feira, pouco antes da ação ter início, os moradores de rua perceberam a presença da Guarda, começaram a recolher seus pertences e fugiram. Na ocasião, dezenas de agentes tomaram a residência e encontram um revólver calibre 38 e armas brancas, como facas e estiletes.

Segundo informações dos moradores, logo depois da saída da Guarda e da limpeza, os usuários de drogas voltaram a ocupar o imóvel.

“Infelizmente, tudo voltou ao normal”, afirmou um pai que levava a filha para a escola em Icaraí.

À noite não é possível passar de carro pela esquina das avenidas Roberto Silveira e Almirante Ary Parreiras. Os usuários ficam sentados ou deitados no chão com cobertores, ao lado de sacos de lixo e alguns pertences, e impedem a passagem de veículos.

No entanto, o coordenador de ações táticas da Guarda, Paulo Brito, disse que não vai dar trégua aos usuários. “Vamos voltar, pois incluímos a residência abandonada no roteiro da Coordenadoria de Assistência Social (CAS) e as viaturas da Guarda Civil estão nas imediações para que as providências sejam tomadas”, ressaltou.

A Secretaria Municipal de Ordem Pública está em busca do proprietário do imóvel para que seja providenciado o fechamento em alvenaria do acesso ao imóvel e evitar que os viciados arrombem os tapumes.

O vereador Sandro Araújo (PPS), que acompanha as ações, confirmou que no mesmo dia teve a notícia que os viciados haviam voltado. “Passei lá para conferir e o meu chefe de gabinete também. Mas não vamos desistir, emitimos ofícios pra Clin, Seconser, Assistência Social, a Guarda Municipal e a Ordem Pública para novas operações”, revelou o parlamentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

cinco × dois =