Uso de drogas fez filho matar a mãe em Niterói, diz polícia

Vítor d’Avila

O assassinato da idosa Carolina Mey Cavalcanti, de 66 anos, teria sido motivado pelo uso de drogas por seu filho, de 34, apontado como autor do crime, ocorrido na noite do último sábado (28), segundo a Polícia Civil. O acusado foi transferido, no domingo (30), para uma unidade prisional em Benfica, Zona Norte do Rio de Janeiro, onde passou por audiência de custódia.

Desde a noite do crime, ele estava detido na carceragem da Delegacia de Homicídios de Niterói, São Gonçalo, Itaboraí e Maricá (DHNSG). O assassinato, que aconteceu em um condomínio de alto padrão na esquina das Ruas Tavares de Macedo e Presidente Backer, no bairro de Icaraí, chocou a vizinhança.

De acordo com a especializada, por conta de a prisão ter acontecido em flagrante, a investigação já foi encerrada e o suspeito denunciado ao Ministério Público e Poder Judiciário pelo crime de feminicídio. Segundo a investigação, o autor é usuário de entorpecentes, fato que causou discussão entre ele e a mãe, culminando com a violência familiar.

Segundo um comerciante local, que preferiu não ter o nome identificado, moradores do lugar evitam ir à rua desde o dia do acontecimento.

“Ficou todo mundo em choque. O bairro inteiro comentou que o filho matou a mãe, uma coisa triste”, disse.

Ainda segundo o comerciante, até a manhã de ontem, o clima na região era de choque e consternação. Ele, que possui vários clientes que moram no prédio, relatou que, até então, ninguém mais havia aparecido.

O caso – De acordo com informações da Polícia Militar (PM), uma equipe foi acionada ao endereço, na altura do número 136 da Rua Tavares de Macedo, para atender uma ocorrência de lesão corporal. Ao chegar no apartamento, os agentes encontraram Carolina caída no chão, ferida, com a faca utilizada no crime ao lado.

O Corpo de Bombeiros foi acionado mas, quando os socorristas chegaram ao local, a vítima já tinha morrido. Em seguida, foram iniciadas as buscas pelo suspeito, de 34 anos, identificado como filho da vítima. Com auxílio de câmeras de monitoramento do Centro Integrado de Segurança Pública (CISP), o acusado foi preso em flagrante por policiais do programa Niterói Presente.

De acordo com a PM, o homem estava ferido e foi conduzido para o Hospital Estadual Azevedo Lima (Heal), no Fonseca, onde foi atendido e, em seguida, conduzido para a carceragem da DH. Segundo a polícia, o acusado possui uma anotação criminal anterior por porte de drogas, no Artigo 28 da Lei 11.343.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

quatro × dois =