Unidade de gás natural do Comperj começa operar em 2020, diz presidente da Petrobras

Em reunião com prefeitos e membros do Conleste (Consórcio Intermunicipal de Desenvolvimento do Leste Fluminense), realizada nesta terça-feira (24), o presidente da Petrobras, Pedro Parente, voltou a afirmar que o Rota 3 faz parte da lista de prioridades da companhia. A previsão é que as obras sejam realizadas entre 2018 e 2019, com início de operação em 2020. O Rota 3 compreende um conjunto de dutos, gasodutos e a Unidade de Processamento de Gás Natural (UPGN) do Comperj, que será responsável pelo processamento de 21 milhões de Nm3/dia (nano metros cúbicos) de gás natural oriundos do pré-sal da Bacia de Santos.“Essa é uma obra fundamental para a companhia. Sem ela nossa capacidade de processamento de petróleo pode ser afetada”, enfatizou Parente.

A gerente executiva Marina Fachetti, de Projetos de Refino, Gás e Energia, destacou ainda que a planta de gás é um projeto que poderá abranger vários municípios, com gasodutos que devem passar por cidades como Itaboraí, Maricá, Guapimirim e Magé.

A executiva lembrou ainda que estão avançadas as obras dos Dutos Norte, que ligarão o Comperj à Reduc, em Duque de Caxias, para transporte de GLP (gás de cozinha) e água.

Grupo de trabalho
Por solicitação do Conleste, Pedro Parente se dispôs a analisar, junto à alta administração da companhia, a proposta de criação de um “grupo de trabalho” entre a diretoria e os membros do consórcio, com o intuito de discutir andamento de projetos.

Participaram da reunião também Claudio Schlosser, gerente executivo da área Industrial do Refino e Gás Natural e Luciana de Loyola, assessora da presidência. Além deles, estiverem presentes 13 prefeitos, dos 15 municípios que compõem o Conleste (Renato Bravo, de Nova Friburgo; Fabiano Horta, de Maricá; Rafael Santos, de Magé; Sadionel Souza, de Itaboraí; Zelito Tringuelê, de Guapimirim; Paulo Cezar Dames, de Casimiro de Abreu; Mauro Soares, de Cachoeiras de Macacu; Rodrigo Neves, de Niterói; José Luiz Mandiocão, de Rio Bonito; Manoela Peres, de Saquarema; José Luiz Nanci, de São Gonçalo; Anderson Alexandre, de Silva Jardim; e Valber Luiz, de Tanguá), além do prefeito em exercício de Teresópolis, Darci Dias.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

três × dois =