Uerj SG vai aderir à Greve Nacional da Educação no dia 13

Raquel Morais –

A Universidade do Estado do Rio de Janeiro (Uerj) divulgou que vai apoiar a Greve Nacional do próximo dia 13 e paralisar as atividades por 24 horas. O campus São Gonçalo, no Patronato, também se mobilizou para a luta contra o sucateamento da educação pública, corte de verbas do Governo do Estado; além da direção também chamar atenção para a questão da acessibilidade e necessidade de contratação de professores substitutos. Além disso a implantação do ‘bandejão’ também será assunto discutido com o poder público nos próximos dias.

O lema dessa paralisação será “Contra a Reforma da Previdência, em defesa do emprego, da saúde e da Educação” e professores, funcionários e alunos da universidade estão apoiando a causa. No campus especializado na formação de docentes de São Gonçalo a diretora Ana Santiago explicou as melhorias que seriam necessárias. “Temos uma questão de falta de acessibilidade que é muito forte. O prédio não foi pensado para essa questão e hoje isso é prioritário. Precisamos adaptar isso e mudar, com urgência, esse problema. A reitoria está de frente nesse projeto e pensamos em criar uma rampa no acesso principal além de instalar elevadores para o acesso aos outros andares. Além disso também precisamos do ‘bandejão’ na universidade. Temos um grande refeitório, que foi reaberto, mas seria muito importante essa alimentação para funcionários e alunos”, contou a docente.

A Associação dos Docentes da Uerj (Asduerj) informou que o movimento protesta contra os cortes de mais de R$ 6 bilhões na Educação, contra o programa do MEC de mercantilização das universidades, contra a Reforma da Previdência e a PEC que congela por 20 anos investimentos em políticas públicas. Além de discutirem contratação de professores substitutos na universidade a casos de morte ou exoneração de efetivos, ações de destravamento da carreira docente e os processos de indenização por danos morais e materiais produzidos pelos atrasos de salários entre os anos de 2015 e 2020.
A Uerj foi procurada pela reportagem de A TRIBUNA mas não se manifestou sobre o assunto até o fechamento dessa edição.

ATO NA CANDELÁRIA
Os funcionários e alunos da Uerj confirmaram presença nas manifestações do próximo dia 13 com concentração às 13h, em frente à Assembleia Legislativa do Estado (Alerj). Será realizada uma plenária com estudantes e o grupo seguirá para a Candelária, onde, segundo nota, acontecerá uma aula pública sobre a Reforma da Previdência e o Programa Future-se. Uma grande passeata, unificando todo os setores da Educação, deverá sair da Candelária às 17h.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *