Turismo aposta em visitantes de estados vizinhos

Marcelo Almeida

Investir no turismo de proximidade com ações de divulgação das atrações turísticas do Rio de Janeiro em estados vizinhos, como São Paulo e Minas Gerais, foi um dos pontos destacados no Plano Estratégico da Setur-RJ/TurisRio apresentado na segunda-feira (1º) no I Encontro dos Gestores Públicos de Turismo Fluminense, realizado em Niterói. O evento foi uma iniciativa da Secretaria Estadual de Turismo (Turisrio) em parceria com a Niterói Empresa de Turismo e Lazer (Neltur).

O encontro tinha como objetivo que integrantes do setor de turismo das cidades do estado debatessem sobre o futuro do turismo no Estado. Outra ação apontada no encontro foi a realização de Fóruns Regionais, com transferência do Gabinete da SeTur para as doze regiões turísticas do Estado com o objetivo de aproximar as esferas estadual e municipal com a iniciativa privada das cidades do interior.

Durante o evento foi distribuído aos representantes dos municípios do interior o “Guia do Turismo RJ”, um manual com informações sobre planejamento e estruturação de projetos que visem o desenvolvimento da atividade turística.

O secretário de Estado de Turismo, Gustavo Tutuca, afirmou que pretende fazer no Estado o que foi feito em sua cidade natal, Piraí, onde ações públicas em parceria com o setor privado fizeram a cidade alavancar o setor no município.

“Cada cidade precisa encontrar sua vocação, precisa encontrar sua linha de atuação no turismo. Por exemplo o turismo de trilhas em Niterói, isso é um produto. O turista vem hoje em Niterói para fazer um turismo de aventura, ecoturismo. Recebi um guia com QR Code e é isso tipo de coisa que queremos. É esse tipo de trabalho que vamos incentivar a frente da secretaria do turismo”, comentou Tutuca.

O prefeito de Niterói, Axel Grael, aproveitou a ocasião para destacar a importância de alavancar o Turismo no Estado do Rio e que o setor será uma das chaves para a retomada das atividades econômicas, promovendo a geração de emprego pós-Covid. Apesar de reconhecer o momento difícil e os desafios que ele impõe, Grael afirma que é preciso tirar da crise a oportunidade.

“Estamos buscando recuperar espaços históricos, como a Ilha da Boa Viagem, investindo no turismo ecológico, fechamos parceria com a Unesco para fortalecer o Patrimônio Cultural e Natural do município. A UFF realiza eventos acadêmicos que movimentam o setor na cidade. Precisamos unir forças para traçar ações integradas”, defendeu.

Os participantes assistiram também a uma série de palestras com temas direcionados a questões fundamentais para o incremento do turismo que fazem parte do Plano Estratégico da Setur-RJ/TurisRio para os próximos dois anos.

“É essencial que as ações estejam alinhadas, a troca de informações se fortaleça e a união predomine entre os municípios. Sabemos da importância do turismo como gerador de renda e temos certeza de que a atividade pode se tornar um dos pilares da economia da maioria dessas localidades”, disse Sérgio Ricardo de Almeida, presidente da TurisRio.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

5 × 4 =