Túnel tem liberação adiada

Raquel Morais

Em dezembro, as duas galerias do túnel Charitas-Cafubá, parte integrante da TransOceânica, foram inauguradas com festa, carros puderam transitar por um dia, mas a liberação total para o tráfego fora anunciada, na época, para o primeiro trimestre desse ano. No entanto, a entrega total da obra foi adiada. A Prefeitura de Niterói informou que ainda não definiu a data e a previsão é de que o corredor de transporte, o sistema de ciclovias e a pista exclusiva do BHS (Bus of High Level of Service/Ônibus de Serviço de Alto Nível) sejam entregues no segundo semestre deste ano. As obras avançam em vários trechos.

Em 22 de dezembro as duas galerias, prefeito João Sampaio e Luís Antônio Pimentel, foram apresentadas para os convidados da cerimônia. Os carros puderam atravessar do Cafubá até Charitas, o que foi motivo de muita comemoração. Segundo a Empresa Municipal de Moradia Urbanização e Saneamento (Emusa), 83% da obra do corredor viário está concluída.

A obra sempre foi muito esperada pelo niteroiense desde a década de 70. O motorista poderá cruzar as duas regiões em pouco mais de um minuto se respeitar a velocidade máxima permitida, que será de 60 km/h. Outra característica importante é que a travessia vai atender a mais de 10 bairros da Região Oceânica e estudos apontam que cerca de 80 mil pessoas vão passar pelas galerias diariamente. “Eu vou usar bastante o túnel. Sempre morei na Região Oceânica e trabalhei na região, mas atualmente consegui um emprego melhor no Rio e tenho que me deslocar de segunda a sexta-feira. Gasto em média três horas no trânsito indo e voltando todo dia. Com essa passagem acredito que vou levar cerca de uma hora”, contabilizou a auxiliar administrativa Jéssica Amaral, de 30 anos.

Em dezembro, a administração municipal informou que faltavam concluir os acessos ao túnel nos trechos 1, que terá uma rótula, e 3. E estavam em obras os trechos 4,5,7 e 8. O 6 só iria começar em 2017. Questionada sobre o estágio atual da obra, a prefeitura informou que a obra do trecho 6 já foi iniciada e permanecem em obras os trechos 1, 3, 4, 5, 7 e 8.

CRONOGRAMA DA OBRA
Trecho 1 – Da Maternidade Municipal Alzira Reis, em Charitas, até a entrada do túnel Charitas-Cafubá – 90% concluído. (Segmento em frente à Estação de Charitas está concluído. A rótula de Charitas está passando por obras, mas metade já está aberta ao tráfego. Acesso ao túnel também passa por acabamento).

Trecho 3 – Da saída do túnel na Região Oceânica até a rótula do Cafubá – 70% concluído. (Saída do túnel e Centro de Controle Operacional (CCO) prontos. Na Avenida Raul de Oliveira Rodrigues – antiga Avenida 7 – estão sendo realizadas algumas desapropriações. Estão sendo concluídas obras de drenagem, pista de concreto do BHS, parte de asfalto, na chegada à rótula do Cafubá, calçadas e ciclovias)

Trecho 4 – Da rótula do Cafubá até o DPO do Cafubá – 80% concluído. (Rótula do Cafubá e Avenida Conselheiro Paulo Melo Kalle prontas. Projeto para alargar as calçadas, para aumentar a acessibilidade, em estudo).

Trecho 5 – Do DPO do Cafubá até o shopping Itaipu Multicenter – 80% concluído. (Andamento das obras: Rótula do DPO do Cafubá está quase pronta, falta segmento que vai em direção à Pendotiba. Pavimentação em conclusão. Falta fazer passagem do Jacaré, em frente ao supermercado Real e a pista lateral do lado direito).

Trecho 7 – Do mercado Diamante até a rótula da Avenida Central Ewerton Xavier – 50% concluído. (Asfalto e pista de concreto do BHS prontos no sentido Itacoatiara. Obras serão iniciadas do outro lado. Precisam ser retirados postes e realizar a pavimentação de calçadas).

Trecho 8 – Da rótula da Avenida Central até o Corpo de Bombeiros – 90% concluído. (Obras continuam na parte da Avenida Central até o Rio João Mendes. Ponte sobre o rio passa por obras de alargamento, com previsão de conclusão em abril).

Um comentário em “Túnel tem liberação adiada

  • 7 de março de 2017 em 15:35
    Permalink

    Fora Odorico!!! Moro nele!! Mentiroso!! Fanfarrão!!!

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *