TRT determina o arresto de R$ 95 milhões nas contas do Estado

O TRT (Tribunal Regional do Trabalho) determinou o arresto de R$ 95 milhões nas contas do Estado, recursos que serão destinados ao pagamento de funcionários contratados pelas Organizações Sociais (Oss) e que não receberam pagamento. Profissionais que atuam na área de Saúde, que atuam no combate à Covid-19, são parte dos beneficiados com a decisão.

A Procuradoria Geral do Estado informou que pretende recorrer, alegando que o pagamento destes débitos trabalhistas deva recair sobre as OSs e não sobre o poder estadual, pois as organizações possuem a obrigação de gestão de pessoal. O dinheiro irá diretamente para o Tribunal Regional do Trabalho, e daí para o pagamento dos trabalhadores, no qual serão quitadas verba rescisórias, salários e benefícios em atraso.

Ainda entre os beneficiários dessa decisão estão funcionários do Hospital Regional Dra. Zilda Arns, em Volta Redonda, e Hospital Anchieta, no Caju, na Zona Portuária do Rio.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

dezessete − 10 =