Triplo homicídio: hoje tem mais uma audiência

Ocorre na tarde desta quarta-feira (06), no Fórum Juíza Patrícia Lourival Acioli, pela 4ª Vara Criminal, em São Gonçalo, mais uma Audiência de Instrução e Julgamento relacionada ao crime que estarreceu a cidade: os assassinatos do advogado Wagner Salgado, de sua esposa Soraya Resende, e sua filha de 9 anos, crime ocorrido em fevereiro desse ano, no bairro Barro Vermelho. Wagner Salgado era diretor da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB-São Gonçalo) e as vítimas foram executadas dentro de casa.

Nesta audiência, outras testemunhas serão ouvidas, com a participação dos réus. Foi marcado para o dia 11 de setembro, outra audiência, na Comarca de Saquarema, a partir das 15h30min. Os advogados Marcos Lucena, Daniele Arruda e Robson Barcellos atuam como Assistentes de Acusação e a Comissão de Enfrentamento à Violência Contra o Advogado da Seccional da OAB/RJ e da OAB São Gonçalo (subseção) acompanham o caso. Os réus também serão ouvidos. No último dia 28 já havia sido realizada uma primeira audiência do caso, no Fórum da Comarca de Saquarema, na Região dos Lagos, onde as primeiras testemunhas depuseram diante dos acusados: Simone Gonçalves Resende, de 46 anos (apontada como mentora); Matheus Resende Khalil, 23 anos; Gabriel Botrel de Araújo Miranda, de 19 anos; e Diego Moreira da Cunha, de 23 anos. A acusada de ser a mandante do crime é cunhada do advogado e irmã de Soraya. A disputa por uma herança de família teria motivado a tripla execução.

Na primeira audiência foram ouvidos Geisa Oliveira, companheira de Lucas Kalil, inicialmente um dos alvos da investigação, Beth da Silva Paiva Melo, vizinha dos acusados, e duas testemunhas ligadas à família da Simone.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *