Tribunal de Justiça determina que Unimed recredencie Hospital Geral do Ingá

Por meio de liminar concedida pelo desembargador Fábio Dutra, pacientes da Unimed Leste Fluminense voltam a ser atendidos no Hospital Geral do Ingá. Os advogados do hospital pediram ao Tribunal de Justiça que fosse suspensa a decisão unilateral de cancelamento do contrato sem prévio aviso, sustentando que a lei em vigência da ANS determina que o descredenciamento de unidades hospitalares seja feito com aviso prévio e que seja feito um aditivo com os hospitais remanescentes da rede credenciada.

Na decisão, o desembargador cita que há “verossimilhança nas alegações visto que não foram apresentadas comprovações de que houve regularidade no descredenciamento que nega a prestação de serviços a dezenas de consumidores, colocando em risco a vida se muitos pacientes e atentando contra a dignidade humana”.

Após o descredenciamento do Hospital Geral do Ingá, beneficiários da Unimed estavam praticamente sem atendimento de emergência na Zona Sul de Niterói, devendo recorrer a hospitais distantes e sobrecarregados, onde o tempo chegava a ser de quatro horas para atendimentos de consultas emergenciais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

quinze − cinco =