Três veículos pegam fogo e interditam rua do Ingá

Raquel Morais –

Um veículo pegou fogo na manhã desta quarta-feira (1º) no Ingá, na Zona Sul de Niterói, dando um grande susto em quem passava pelo local. O motorista do carro só conseguiu tirar o cinto de segurança e correr com medo de uma explosão, principalmente pelo cilindro do GNV. As chamas atingiram também dois outros carros que estavam estacionados. Um caminhão do Corpo de Bombeiros e duas ambulâncias estiveram no local e conseguiram conter as chamas por volta das 10h. A rua precisou ser interditada por alguns minutos o que gerou um grande engarrafamento ao longo da Praia de Icaraí.

Carro pegando fogo 2

O incidente aconteceu na Rua Paulo Alves, altura do número 110, quando o motorista de um aplicativo de transporte, Ricardo Brito de 56 anos, percebeu uma fumaça saindo do capô do seu veículo, um Renault Logan placa LKP6541.

“Quando eu vi a fumaça, em questão de segundos, o fogo começou e se alastrou. Só consegui correr para longe do fogo pois fiquei com medo de uma explosão. Foi tudo muito rápido e não sei o que pode ter ocasionado isso. Meu carro é novo e não apresentava nenhum tipo de problema”, lamentou.

A proximidade das chamas com outros carros estacionados deixou mais prejuízos. Um Renault Fluence (placa LRD4425) ficou com a lateral do lado direito completamente destruído, inclusive o motor, e um Toyota Corolla (placa LRX9623) também teve a lateral queimada, bancos e objetos pessoais também.

“Ouvi umas explosões e vi da janela um carro pegando fogo do lado do meu. Desci um lance de escada correndo e quando cheguei na calçada já não dava mais tempo de tirar meu carro. Perdi umas roupas e um colchonete mas consegui recuperar algo que era de maior valor para mim, que é um crucifixo que minha avó me deu no dia que comprei esse carro. O valor sentimental é altíssimo”, comentou o proprietário do Corolla que não quis se identificar. “Moro no interior e venho para casa da minha avó de carro, agora vou ter que voltar para casa de ônibus. Espero que isso tudo se revolva o quanto antes”, completou o advogado.

Carro pegando fogo 1

A fisioterapeuta Fernanda Fontoura, 41 anos, teve mais sorte.

“Estava atendendo um paciente quando uma pessoa comentou que tinha um carro pegando fogo na rua e eu sai correndo para ver o que acontecia. Por sorte o meu carro não foi atingido, foram queimados os dois carros que estavam atrás do meu. Meu seguro não iria cobrir esse dano”, pontuou.

A questão do seguro foi o assunto mais comentado entre os proprietários dos carros.

“Estou bem nervoso e não sei como vou resolver isso. O meu carro tem seguro e cobre terceiros mas não sei em quanto vai ficar esse valor”, lamentou Ricardo.

Por conta do acidente a rua teve que ser totalmente interditada por alguns minutos. Após controle das chamas o trânsito foi sendo liberado parcialmente. O congestionamento refletiu na Praia de Icaraí, que ficou com tráfego muito lento. Agentes da Niterói Transporte e Trânsito (NitTrans) auxiliaram os motoristas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

13 + dezenove =