Treinador de futebol é demitido por motivos supostamente passionais

O Campeonato Brasileiro de 2021 começou no último sábado (29) e já conheceu o primeiro demitido. Trata-se do técnico Alberto Valentim, que foi dispensado pelo Cuiabá após empatar com o Juventude em 2 a 2 na Arena Pantanal. E o motivo do desligamento parece ter sido por algo completamente alheio às quatro linhas. Um caso extraconjugal com a esposa do presidente do clube.

Apesar do retrospecto positivo, com sete vitórias, três empates e a conquista de um título – o Campeonato Mato Grossense -. o ex-técnico de Vasco e Botafogo foi desligado logo após o jogo, quando ainda se encontrava no vestiário. De acordo com o que foi comentado, o presidente do Cuiabá, Alessandro Dresch, pegou uma conversas de Valentim com a esposa. A partir disso, uma confusão teria começado e os jogadores tiveram que apartar um início de briga.

Em publicação divulgada em seu perfil oficial, Valentim nega a situação:

“Em resposta aos boatos inverídicos que estão sendo publicados utilizando meu nome, gostaria de esclarecer algumas questões. Em primeiro lugar, deixo claro que minha saída do Cuiabá, de forma invicta, não teve relação com nenhum dos fatos que estão sendo veiculados e me pronunciarei sobre isso no início da semana. Não houve, a despeito do que vem sendo publicado, nenhum tipo de desentendimento entre algum atleta do time e eu. Jogadores esses que sempre nos ajudaram a fazer o melhor todos os dias e que demonstraram muita tristeza com minha saída. Ainda sobre os absurdos que vêm sendo veiculados (Fake News), relacionados à minha vida pessoal, todo o meu desprezo e reafirmo que essas inverdades já foram repassadas à minha equipe de advogados para tomarmos as medidas cabíveis. Lamento muito a falta de respeito com minha família e esposa, com quem me acompanha e gosta de mim, e quem sabe da seriedade do meu trabalho”, informou o técnico em sua conta no Instagram.

Já o Cuiabá também negou o suposto caso em nota oficial:

O Cuiabá lamenta as inverdades que estão circulando nas redes sociais de uma suposta discussão no vestiário após o empate contra o Juventude, entre a diretoria, um atleta e o ex-treinador Alberto Valentim. O Cuiabá afirma que nada ocorreu. Apesar da saída de Valentim, o clima no vestiário era de tranquilidade sendo que nenhum tipo de discussão aconteceu. A diretoria não entrou no vestiário após o término da partida”, informou a comunicação do clube.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

um × 1 =