Trecho do calçadão de Icaraí cede e guarda-corpo fica pendurado

Há alguns dias parte do calçadão de Icaraí não aguentou a força das águas e cedeu. Para evitar acidente, a Prefeitura de Niterói cercou a área, mas o guarda-corpo segue pendurado, sustentado apenas por ele mesmo. Sem previsão para o reparo, este pequeno acidente alertou para o estado de conservação do guarda-corpo que a cada ressaca é atingida por dezenas de ondas.

“Desde semana passada está assim [cercado]. Funcionários da prefeitura vieram e colocaram esta grade para não deixar as pessoas se aproximarem. Tem que tomar cuidado, imagina se outra parte cai? Muitas pessoas vêm e se apoiam, seja por exercício ou para simplesmente contemplar a vista. E se olhar bem, grande parte dele [guarda-corpo] está enferrujado”, contou Roberta Moraes, de 32 anos.

A parte do calçadão que cedeu fica na altura do número 67 da Avenida Jornalista Alberto Francisco Torres. Quem passa pelo calçadão conta que ali é um dos pontos que – em dias de ressaca – as ondas mais batem. “Nesta altura está tudo enferrujado”, contou Alice Oliveira, de 21 anos.

Apesar do estado, a prefeitura informou que os reparos no guarda-corpo foram feitos na última quinzena de dezembro. “Desde então, estão sendo feitas manutenções periódicas pela equipe da Seconser”. Além disso, o governo municipal informou que a Emusa está estudando um projeto de recuperação do local, independentemente do Projeto Orla, mas não deu data ou previsão para reparo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

11 − 6 =