TRE defere registro de Mandiocão e o confirma como prefeito

Anderson Carvalho

José Luiz Alves Antunes, o Mandiocão, candidato do PP a prefeito de Rio Bonito, vai comandar a prefeitura nos próximos quatro anos. Por unanimidade, o Tribunal Regional Eleitoral do Rio (TRE-RJ) aceitou ontem o recurso do prefeitável contra o indeferimento do pedido de registro dele pelo juízo da 32ª Zona Eleitoral em 13 de setembro passado. Com a decisão, foram validados os 14.826 votos que ele recebeu no último dia 2, superando os 11.485 do segundo colocado, o deputado estadual Marcos Abrahão (PT do B). Cabe ainda recurso ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE), em Brasília.

O motivo do indeferimento é que em 2013 a Câmara de Vereadores rejeitara as contas dele referentes ao exercício financeiro de 2012, último ano de mandato do político como prefeito da cidade. Segundo a legislação, ele estaria inelegível. Mandiocão recorreu. Em sua defesa, os advogados alegaram inexistir vícios insanáveis, ato de improbidade administrativa com dolo, danos ao erário e crime de responsabilidade contra o ex-prefeito e que há exame pela Justiça comum pendente de decisão acerca do julgamento do Legislativo.

Já Ana Grasiella Moreira Figueiredo Magalhães (PP), que tenta a reeleição à Prefeitura de Iguaba Grande, não teve a mesma sorte. O TRE manteve o indeferimento do pedido de registro da candidata. Com isso, ela permanece com os 7.660 votos recebidos anulados. Para o Tribunal, ela não poderia disputar a reeleição por ser nora do ex-prefeito Oscar Magalhães, que renunciou em 2012. Segundo o órgão, isso significaria um terceiro mandato do mesmo grupo familiar. Cabe recurso ao TSE.

Região dos Lagos
Anteontem à noite, o TRE deferiu o pedido de registro de candidatura de Renatinho Vianna (PRB) a prefeito de Arraial do Cabo e ele agora foi eleito prefeito da cidade. Os 10.677 votos recebidos foram validados e eles superam os demais candidatos no pleito.

O candidato do PMDB a prefeito, Carlos Augusto Balthazar, também teve o registro deferido e foi eleito prefeito da cidade, com a validação dos 28.064 votos recebidos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

dezessete + quatro =