Trânsito caótico no primeiro dia de intervenção na Praça da Renascença

Aline Balbino

O primeiro dia de intervenções na Praça da Renascença foi de trânsito confuso. O calor excessivo, trânsito para todo lado e obras em diversos pontos da cidade deixaram o motorista muito estressado. Nas primeiras horas do dia, houve engarrafamento, principalmente de quem vinha da Alameda São Boaventura em direção ao Centro. Agentes da NitTrans ajudaram a organizar o fluxo no local. A primeira e importante mudança no local, que receberá obras para construção de um mergulhão, foi a interdição do retorno para motoristas vindos da Rodovia Niterói-Manilha em direção à Alameda São Boaventura. O congestionamento agravou-se por volta das 8 horas na subida do viaduto que liga a Zona Norte ao Centro. O mesmo aconteceu no Barreto. Motoristas precisaram ter muita atenção e paciência.

A NitTrans avaliou como positivo o primeiro dia de mudanças viárias. Foram deslocados 16 agentes para organizar o trânsito no local. Foram instaladas placas de sinalização para alertar os motoristas.

“Não considero que houve impacto na Alameda. Inclusive, houve pouca alteração para quem vem da Alameda com o fechamento de um retorno pouco utilizado. No entanto, vamos avaliar e se for preciso faremos alterações. No momento, a avaliação sobre o movimento da manhã é positivo”, explicou o presidente da NitTrans, Paulo Afonso Cunha.

Obras - Praça da Renascença

Com a interdição da Feliciano Sodré a partir da Rua Desidério de Oliveira, a alternativa para quem vem do Centro de Niterói pela Feliciano Sodré e segue em direção à Alameda e BR-101 é dobrar na Desidério de Oliveira acessando à esquerda as ruas Castelo Branco ou Washington Luis, seguindo então para as duas vias.

“O trânsito hoje está insuportável. Peguei muito engarrafamento na Avenida do Contorno e são só 14 horas da tarde. Está bem difícil andar em Niterói hoje”, disse o motorista, Carlos Gomes.

Obras na Rua São Lourenço deixaram o trânsito bastante confuso na Avenida Jarsen de Melo e na Rua Marechal Deodoro.
No fim da tarde o problema se agravou. O maior fluxo do Centro em direção à Zona Norte e a São Gonçalo pararam a Avenida Feliciano Sodré. O trecho, normalmente lento nesse período, teve sua situação agravada. Na BR-101, o trecho da Avenida do Contorno, normalmente percorrido em cinco minutos, levou mais de 40 para chegar à Praça da Renascença.

“A gente sabe que toda obra sempre causa problemas no trânsito, mas vamos rezar para que esse congestionamento seja apenas no início, que passe logo. Nesse período já sei que terei que sair de São Gonçalo mais cedo para chegar no Centro de Niterói. Normalmente levo uns 30 minutos e hoje foram quase duas horas”, disse o estudante universitário Ronald Guimarães, de 25 anos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

cinco − 4 =