Trânsito caótico em diversos bairros de Niterói, São Gonçalo e Rio

O trânsito ficou caótico nas principais vias de acesso a Ponte Rio-Niterói, tanto pelo lado do Rio, quanto em Niterói. Os motoristas tiveram de ter muita paciência para enfrentar o os enormes congestionamentos formados. A Nittrans chegou a imitir uma nota oficial durante a manhã aconselhando os motoristas a não saírem de carro. A principal orientação e a melhor opção foi a utilização das barcas.

“Em função do fechamento da Ponte Rio-Niterói por ocorrência policial, a Nittrans orienta que os motoristas não saiam de carro. A recomendação para quem já está em trânsito é que a travessia para o Rio de Janeiro seja feita de barca ou catamarã. Todos os agentes de trânsito estão mobilizados em esquema especial. No momento, a ação se concentra na liberação dos cruzamentos da cidade, para manter o fluxo nas vias; sistema para e anda nos túneis, para evitar que os motoristas fiquem parados dentro das galerias; apoio a ação da polícia na ponte, com a interdição das vias de acesso; concentração da orientação ao trânsito nos acessos às estações de barcas e catamarã; ajuste na temporização dos semáforos para dar prioridade para as pessoas que seguem em outros sentidos”.

O coronel Paulo Afonso, presidente da Nitrans, negou um informe dando conta que o túnel Icaraí São Francisco havia permanecido fechado, explicando que uma ação para retirada de veículos estacionados em vias próximas foi realizada, mas sem interrupção permanente. Pelo lado de Niterói, na Alameda São Boaventura o engarrafamento se estendeu por vários quilômetros, se prolongando através da Rodovia Amaral Peixoto (RJ-104) e atingindo também a bairros de São Gonçalo, como Novo México, Nova Grécia e Maria Paula. Longos engarrafamentos também se formaram em via como a Avenida Marquês do Paraná, no Centro de Niterói, Avenida Roberto Silveira, Icaraí, Rua Jansen de Melo, Centro, e Noronha Torrezão, Santa Rosa.

Pelo lado do Rio a Avenida Francisco Bicalho, na Zona Portuária, agentes da Polícia Rodoviária teve de orientar os motoristas para manterem a paciência diante do trânsito totalmente parado. A Avenida Brasil a situação não foi diferente, com longos engarrafamentos que atingiram a Zona Norte.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

5 + 11 =