Traficante internacional de armas é preso pela delegacia de Icaraí

Alexandre Alex dos Santos, conhecido como Magrão, investigado como importante traficante internacional de armas, que atuava a serviço de várias lideranças do crime em Niterói, foi preso na tarde de terça-feira (14) por policiais civis da 77ª DP (Icaraí). O criminoso também transportava dinheiro do tráfico entre os complexos da Penha, na Zona Norte do Rio, do Salgueiro, em São Gonçalo, e da Viradouro.

A equipe de investigação da Polícia Civil informou que durante a investigação sobre o chamado “alto escalão” da facção criminosa Comando Vermelho (CV), que já se encontravam presos, entre eles Luiz Cláudio Santanna, o Lico, Reinaldo Medeiros Ignácio, o Cadá ou Playboy, e Jerônimo Rezende Teixeira, o Gê Gatinho, todos líderes de tráfico em Niterói, chegou até Magrão.

O criminoso, que já havia sido preso, por tráfico de armas e munições do Paraguai para o Rio, em 2013, por agentes da Polícia Federal, passou a ser monitorado. Na tarde de terça-feira (14) agentes da 77ª DP, coordenados pela delegada titular Raíssa Celles, surpreenderam Alex Magrão após trabalho de vigilância de duas semanas entre os bairros de Maria Paula, Santa Rosa, São Francisco e Pendotiba, com ajuda do Centro Integrado de Segurança Pública (CISP).

Os policiais, coordenados pela delegada Raíssa Celles, cumpriram Mandado de Prisão Preventiva, expedido pela 4ª Vara Criminal de Niterói. Os policiais não tiveram dúvidas que a prisão de Magrão foi muito importante para enfraquecer a facção CV no seu fornecimento de armas e movimentação financeira.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

dois × 3 =