Traficante confronta PMs e morre no Jardim Catarina

A madrugada desta quarta-feira (27) foi de troca de tiros no bairro do Jardim Catarina, em São Gonçalo. Um suspeito de integrar o tráfico de drogas da região foi baleado e morreu em confronto com policiais militares. É importante salientar que a região é um dos quartéis-generais da facção criminosa Comando Vermelho (CV) na cidade.

Segundo informações do 7º BPM (São Gonçalo), um Grupamento de Ações Táticas (GAT) foi mobilizado à Rua Cristiano Figueira com informações de que barricadas estariam sendo instaladas no local. Ao longo dos últimos meses, a PM vem realizando ações para reprimir colocação de obstruções em vias públicas na cidade.

Os agentes afirmam terem sido atacados a tiros por criminosos da região. Os agentes revidaram os disparos e o confronto começou. Após os disparos cessarem, os agentes fizeram buscas e encontraram um suspeito de ter atirado contra os agentes ferido. O homem, que ainda não foi identificado, foi socorrido ao Hospital Estadual Alberto Torres (HEAT), no Colubandê, mas não resistiu.

Os militares afirmam que o acusado estava armado com uma pistola Taurus calibre 45 com dois carregadores e nove munições intactas; além de estar transportando 41 trouxinhas de maconha, 126 pedras de crack, 600 pinos de cocaína e 22 frascos de “loló”, de acordo com contabilidade feita pelos PMs. Além disso, os agentes afirmam terem encontrado um aparelho de rádio transmissor.

Todo o material foi apreendido e encaminhado à 73ª DP (Neves), central de flagrantes, que fez o registro da ocorrência. O corpo do suspeito ferido foi levado ao Instituto Médico Legal (IML) da cidade, que fica no bairro de Tribobó. O cadáver, até o fechamento desta matéria, permanecia no local, onde aguarda pelo reconhecimento de familiares a fim de obter a liberação para velório e sepultamento.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

dez + vinte =