Tiroteios aumentam em São Gonçalo, segundo Fogo Cruzado

A Região Metropolitana registrou uma queda de 14% no número de tiroteios em abril deste ano na comparação com o mesmo mês de 2018, segundo Laboratório de Dados sobre violência armada Fogo Cruzado. Na contramão dos números da região, São Gonçalo apresentou aumento, passando de 71 para 78 registros de tiroteio. No comparativos entre o terceiro e o quarto mês deste ano também houve aumento número de tiroteios, passando de 69 em março para os 78 em abril (13%).

De acordo com os dados divulgados, dos 78 registros de tiroteio em São Gonçalo, apenas 18 tinham a presença de agentes de segurança, fosse em operação ou ações de policiais fora de serviço. Isto mostra o aumento do embate entre criminosos na cidade neste mês. Em Abril de 2019, foram 9 mortos e 12 feridos na segunda cidade mais populosa do Estado. Na Região Metropolitana foram 186 pessoas foram baleadas – destas, 88 morreram. No ano passado, neste mesmo período houve 220 pessoas baleadas, das quais, 126 morreram.

Os números de Niterói também apresentaram queda, apesar da cidade ter se mantido em quarto lugar no rank das cidades com confrontos, foram 34 em abril deste ano, frente aos 41 registrados no mesmo mês de 2018. Apesar do menor número de confrontos, houve aumento nas mortes causadas por tiroteios: 12 este ano, contra apenas 5 em 2018. Este número representa mais da metade de todos os mortos no Leste Metropolitano, que registrou 22 mortes em abril.

Na Baixada Fluminense houve o maior número de mortos por disparos de arma de fogo mapeados (32) – 36% do total. A região do Leste Metropolitano ficou em segundo lugar com 25% dos casos (22).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *