Tenente do 7º BPM é baleado na cabeça

Augusto Aguiar –

Continua internado em estado grave, no Hospital Estadual Alberto Torres (Heat), no Colubandê, o tenente da Polícia Militar Giovanne Guimarães Lemos, baleado na cabeça durante tentativa de assalto, na noite de terça-feira (25), na Rua Alonso de Faria, ao lado do Pronto Socorro de São Gonçalo (PSSG), no bairro Zé Garoto. Lotado no 7º BPM, o militar sofreu um assalto, quando passava de carro pelo centro de São Gonçalo, e ao reagir a tiros ainda chegou a matar um dos criminosos.

1 - Tenente Guimarães lotado no 7º BPM foi baleado na cabeça - Reprodução Internet

A polícia checa informes que o tenente trafegava pelo local no dia de folga, quando criminosos armados teriam tentado render o militar, que também estava armado. Comparsas conseguiram fugir. Porém, o tenente Magalhães (como é conhecido) foi baleado na cabeça e socorrido, em estado grave, inicialmente no PSSG. Logo depois foi transferido para o setor de Trauma do Hospital Estadual Alberto Torres (Heat), onde permaneceu internado com quadro de saúde inalterado até a tarde de ontem. As marcas do confronto ficaram no vidro do veículo do PM, um Prisma prata.

Noite e manhã de violência em vários pontos da cidade
O policial militar não foi a única vítima da sequência de ocorrências registradas entre a noite de terça-feira (25) e nesta quarta (26). Outras três pessoas foram baleadas vítimas de assaltos em São Gonçalo. No Barro Vermelho, um comerciante, identificado como Edgar Fermino de Freitas, de 48 anos, foi alvejado ao ser atacado por criminosos. Ele foi socorrido, levado para o Heat, onde foi operado e liberado ainda na manhã de quarta.

Outro pedestre assaltado também foi alvejado por tiros. Desta vez, o crime envolveu uma pedestre no bairro Neves e terminou com a vítima, identificada como Rejane Paola Silveira da Silva, sendo agredida com coronhadas. Ela foi socorrida e medicada na mesma unidade hospitalar. Ainda na manhã de ontem, um rapaz de 21 anos deu entrada no Heat baleado no tórax. Ele foi transferido do Pronto Socorro Central, também em São Gonçalo. Lúcido, antes de ser submetido à uma cirurgia, ele preferiu não comentar em quais circunstâncias teria sido baleado. Policiais investigam se a vítima teria envolvimento em algum delito.

Antes mesmo do meio-dia a polícia registrou mais uma ocorrência. Dessa vez o Serviço de Inteligência da Secretaria Municipal de Segurança Pública, junto à Guarda Municipal, recuperou um caminhão com mercadorias roubadas (carga de sacos de carvão) que foi abandonado por criminosos na Rua Nestor Pinto Alves, nas proximidades da 74ª DP (Alcântara). O veículo foi deixado no meio da rua chamando a atenção dos pedestres, que acionaram as autoridades.

Populares disseram que o condutor teria avistado agentes da Guarda que patrulhavam a rua, quando decidiu abandonar o veículo e fugir. Policiais apuraram que o caminhão com a carga havia sido roubado de uma transportadora do Rio, mas que fazia entregas em São Gonçalo.
Especificamente a incidência de ocorrências de roubos de veículos e de carga levaram o comandante do 7º BPM, coronel Ruy França, a revelar – reportagem publicada na edição de ontem de A Tribuna – que encaminhou ofício ao Ministério Público (MP) solicitando auxílio no combate a incidências dessas modalidades de crimes no município de São Gonçalo. Vale lembrar que o número de registros da modalidade do crime roubo de carga está numa crescente em todo o estado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

um + quinze =