“Tempo em que passei na Alerj foi de aprendizado”, disse Bagueira em sua volta à Câmara

O vereador Paulo Bagueira (SD) retornou ao seu mandato na Câmara de Niterói e participou da sessão legislativa desta quinta-feira (28). Ele agradeceu o apoio que sempre teve dos colegas vereadores, disse que durante o período de quase um ano em que esteve como deputado na Assembleia Legislativa do Estado do Rio (Alerj) cumpriu o seu dever de atuar em prol da melhoria da qualidade de vida dos fluminenses e que sua volta à Câmara se deu por uma decisão judicial.


“Para mim é uma alegria retornar a essa Casa e rever meus colegas de tantos anos. O tempo em que passei na Alerj foi de aprendizado e de muito trabalho. Acredito que contribuí para o desenvolvimento do Estado, para aprovar leis de enfrentamento à pandemia e, principalmente, a ampliação do diálogo entre o Estado e o município de Niterói”, disse ele.


Bagueira foi saudado pelos vereadores que participaram da sessão, que unanimemente se solidarizaram com o seu retorno. “O seu retorno é um ganho para Niterói e uma perda para o Estado”, disse o vereador Beto da Pipa (PL). O vereador Luiz Carlos Gallo (Cidadania) destacou a harmonia e liderança de Bagueira que por seis vezes foi eleito presidente da Câmara de Niterói.

Paulo Eduardo Gomes (Psol) destacou a relação fraterna que mantém com Bagueira e Leonardo Giordano (PcdoB) destacou a importância da presença de Bagueira no parlamento municipal.

Na sessão de hoje, a Câmara aprovou a mensagem do prefeito Rodrigo Neves (PDT) que prevê o uso de parte do Fundo de Equalização da Receita (Poupança dos Royalties) no combate ao novo coronavírus. Bagueira acompanhou o voto favorável da maioria que aprovou a proposta por 14 votos a favor e duas abstenções.

A Câmara também aprovou o Projeto de Lei 129/2020 que incluiu os vendedores de cachorro quente incluídos no Renda Básica e cooperativados de produtos alimentícios em veículos utilitários, no beneficio do Programa Renda Básica, de autoria do vereador Luiz Carlos Gallo (Cidadania). Gallo também conseguiu aprovar outro projeto de sua autoria que autoriza a Prefeitura de Niterói a prover renda mínima emergencial aos professores de atividades esportivas municiadas, aqueles que dependem da presença de público.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

2 × 4 =