Templos religiosos do Caminho Niemeyer começam a sair do papel

Pedro Conforte

“Se pudesse começaria as obras hoje”, brincou o pastor Geovane Souza, da Igreja Adventista de 7º Dia no Caminho Niemeyer, se referindo as obras do templo no Caminho Niemeyer. De acordo com o religioso, todas as licenças junto aos poderes públicos já foram liberadas e agora faltam apenas algumas negociações para a obra finalmente sair do papel. A previsão é que as primeiras pessoas já estejam trabalhando na obra em outubro. Enquanto isso, as obras da Nova Catedral São João Batista, também no Caminho Niemeyer, seguem na fase de terraplanagem mas as fundações principais da nave da igreja começarão a ser construídas já neste próximo mês.

“A placa da empresa já foi colocada e a prefeitura já liberou toda a documentação necessária. Tão logo a gente terminar as negociações, começaremos as obras. Estamos negociando os preços, queríamos começar hoje, mas a obra é algo de uma dimensão enorme, então não podemos deixar nada para trás. A previsão de conclusão só poderemos dizer depois dessa rodada de conversa, mas a intenção é começar ainda no próximo mês”, explicou o pastor Geovane, que lembrou ainda que a obra será um marco para Niterói que envolverá cultura e turismo.

Com investimento de recursos privados (da empresa Golden Cross) o templo da Igreja Adventista de 7º Dia terá capacidade para receber 1500 pessoas. O templo adventista, além de atividades religiosas, também ficará aberto ao público com atividades culturais.

Em relação a Nova Catedral São João Batista as intervenções seguem o cronograma da Arquidiocese de Niterói. Desde março, as obras estão na fase de terraplanagem, sendo que já foram retirados cerca de 4.500 caminhões de aterro do local, nivelando o terreno na altura correta para a construção. Ao mesmo tempo, estão sendo realizados 12 novos pontos de sondagens até 50 metros abaixo do solo, principalmente na região costeira onde será construído um enrocamento de pedras, para garantir total proteção contra ondas e eventuais marés altas para as futuras gerações.

As fundações principais da nave da igreja começarão a ser construídas já neste próximo mês, iniciando todo o estaqueamento pelo pilar mais próximo da passagem das Barcas. A Catedral foi projetada por Oscar Niemeyer, e não não representa apenas um somente um monumento religioso, mas também cultural. Serão 13.600 m² e com uma torre de 65 metros de altura. A nova Catedral terá capacidade de abrigar cinco mil pessoas em seu interior e cerca de 15 mil em sua esplanada.

Com a construção dos dois templos religiosos, o conjunto arquitetônico desenhado por Oscar Niemeyer retomará sua versão original, com uma catedral católica e um templo evangélico.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

nove − nove =