Tecnologia a serviço das ocorrências policiais

A Polícia Militar do Estado do Rio de Janeiro vai implementar, na segunda quinzena de março, o projeto-piloto PMERJ Mobile, que permitirá que boletins de ocorrência sejam preenchidos em tempo real por meio de equipamentos como tablets e celulares. O sistema – programa de computador concebido para processar dados eletronicamente – será utilizado inicialmente pelos policiais do 2º BPM, de Botafogo, que atende ao bairro e às localidades do Flamengo, Catete, Humaitá e Urca. Outras áreas serão contempladas a partir do mês de julho.

“Vamos realizar um teste de campo para depois ampliarmos o uso da ferramenta. Vamos evitar a utilização de papel, além de garantir mais agilidade ao preenchimento dos boletins, facilitando assim o mapeamento dos crimes e a atuação imediata do policiamento nestes locais”, explicou o coordenador de Assuntos Estratégicos da PM, coronel Roberto Vianna.

O PMERJ Mobile será implementado até 2021. A ideia é que o sistema de preenchimento dos boletins de ocorrência atenda a todos os batalhões do estado. Quinze por cento do efetivo da Polícia Militar usará a ferramenta em 2018.

“Fizemos um contingenciamento de recursos e dividimos o projeto em quatro anos. Ele custou um total de R$ 800 mil”, informou o oficial.

Tecnologia
A tecnologia vai agilizar a prestação do serviço, facilitando o preenchimento do boletim de ocorrência, antes realizado em papel e depois digitado no computador. A Polícia Militar calcula que o policial finalizará o preenchimento do formulário em, no máximo, 25 minutos.

O acesso ao banco de dados do Detran-RJ vai acelerar ainda mais a complementação dos dados.

“As informações entrarão automaticamente quando o policial colocar a placa do carro e/ou a identidade civil do cidadão”, disse o coronel Roberto Vianna.

O sistema também vai permitir o acompanhamento da localização imediata do policial, por meio de GPS.

Os tablets serão usados por duplas em viaturas. Já os celulares serão utilizados por PMs a pé ou de moto.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *