Teatro online para adultos inspirada no “O Patinho Feio”

A Dobra (antiga Cia de Teatro Manual) apresenta, até 29 de março, “Feio in loco”, uma experiência teatral online para adultos inspirada na fábula infantil “O Patinho Feio”, de H. C. Andersen. A montagem é encenada na plataforma Zoom utilizando texto em narração e linguagem que mistura teatro gestual, audiovisual, performance e formas animadas. “Feio in loco” discute o estatuto da “vida” diante dos impasses éticos relacionados à indústria de alimentos e os avanços da engenharia genética. Até onde a natureza pode ser modificada tendo como finalidade o aumento do desempenho e do lucro? Até quando aceitaremos a exploração de animais vivos (patos ou humanos?), seres sencientes, como produtos? Até onde o ser humano é capaz de controlar a natureza? A peça será apresentada no link www.youtube.com/centrodeartesuffoficial de 19 a 22/03 às 18h; e de 26 a 29/03, às 20h.

Assim como na fábula original, acompanhamos a trajetória de Feio, que é diferente de seus pares por não se adaptar aos protocolos sanitários da granja. Entretanto, o cenário aqui não é o de uma idílica vida no campo onde patos vivem livremente, mas o ambiente de uma granja industrial onde a produção de vida é controlada antes mesmo do nascimento até o último estágio do abate. Eles são parte de um processo industrial, filhos da máquina e do capital. Mas, e quando a natureza surpreende o controle biotecnológico?

“Feio in loco” constrói um retrato delicado e poético do desencantamento de nossas vidas. A escrita do espetáculo “Feio” parte de uma ideia do desencanto, talvez seja o momento onde há o testemunho maior de desencanto ao nosso em torno. E que a noção de humanidade está em baixa. Então, diante desse colapso sanitário, biológico, político e social que a gente está vivendo, como ainda é possível inventar? como ainda é possível criar?”, afirma Pedro Pedro Kosovski, autor do texto adaptado para o digital

A experiência é uma adaptação online do espetáculo “Feio”, com texto inédito de Pedro Kosovski (autor dos premiados Caranguejo Overdrive e Tripas), que estreará nos palcos quando tudo voltar ao normal. Enquanto não podem atuar presencialmente, os artistas estão construindo um espetáculo para o ambiente virtual. Cada ator encenará de sua própria casa (por isso o nome in loco) com elementos que ajudarão a contar essa história no espaço digital, além de levarem para a encenação um pouco de suas experiências pessoais com a pandemia e o isolamento.

“Durante o processo, percebemos que muitos recursos e dinâmicas que gostaríamos de fazer em um espetáculo presencial não funcionam na tela. Os corpos dos 4 atores não poderão trabalhar juntos, no mesmo espaço, construindo imagens (que é a base da pesquisa da Dobra, desde o espetáculo Hominus Brasilis). Isso nos obrigou a experimentar outros recursos para contar essa história. Objetos cotidianos (luminárias, máscaras, luvas) e elementos orgânicos (ovos, água, a própria pele, que ganha outra leitura quando vista em close) se transformam em texturas, formas animadas, prolongamento dos corpos”, afirma Helena Marques, que assina a direção e a adaptação do texto.

Dessa forma, “Feio in loco” se torna uma experiência distinta de um espetáculo presencial gravado. O trabalho é pensado e construído exclusivamente para o ambiente virtual, com suas especificidades técnicas. A trilha sonora também foi pensada para a apreciação em computadores, tablets e smartphones.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

2 × 4 =