Taxistas voltam à sala de aula

“A importância do taxista para o desenvolvimento do Turismo” foi o tema abordado na palestra que reuniu cerca de 70 taxistas, na manhã de ontem, no Centro de Convenções Jornalista Roberto Marinho. A ação faz parte do Programa Bem Receber. O objetivo é qualificar esses profissionais para atuação no receptivo dos visitantes que comparecerão à 9° edição da Feira Brasil Offshore 2017, que acontece entre os dias 20 e 23 de junho, terceira maior feira de petróleo do mundo.

“A cidade se prepara não só para a Brasil Offshore, mas também para o início de um novo ciclo econômico. A Bacia de Campos vai voltar a receber investimentos e vai voltar a gerar empregos. Os taxistas são a vitrine da nossa cidade. São eles os primeiros a receber os visitantes, são eles que informam, orientam e ajudam a descobrir o que a cidade tem a oferecer”, – destacou o prefeito Dr. Aluízio, na abertura do evento.

A palestra foi realizada pelo taxista, há 22 anos, e palestrante José Cestari, que define a categoria profissional como a pessoa mais importante do município. “Quando um turista chega a algum destino, ele pede ajuda ao primeiro taxista na cidade, e o mesmo deve estar preparado para atendê-lo. Ninguém chega ao prefeito, ao juiz ou ao delegado sem passar pelo taxista”, pontuou.

Cestari também abordou assuntos sobre como tratar o turista como se ele fosse único, dar orientações corretamente, receber o visitante como se fosse hóspede em sua casa, cativá-lo, por meio de cordialidade, ajudá-lo a descobrir o que a cidade tem a oferecer, entre outros assuntos.

Taxista há dois anos, José Lucas Paixão relatou a importância da profissão no município. “São os detalhes que fazem a diferença. O passageiro analisa a aparência do motorista, a limpeza do carro. O profissional também tem que conhecer a rede hoteleira, restaurantes e pontos turísticos. Ações como essa são de extrema importância para qualificação da nossa profissão” , disse José Lucas, de 22 anos.

O secretário Adjunto de Turismo, Leonardo Anderson da Silva, frisou que o turismo é uma opção de diversificação da economia.

“Esse é o segundo ano que realizamos o treinamento destinado aos taxistas, que são as primeiras pessoas que os visitantes terão contato ao entrar e sair da cidade. Nossa proposta é estender o programa Bem Receber para a rede gastronômica e hoteleira, que é a segunda maior do estado”, disse Leonardo.

O município conta com 178 taxistas cadastrados. O Centro de Convenções Jornalista Roberto Marinho fica localizado às margens da Rodovia Amaral Peixoto (RJ-106), São José do Barreto.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *