Tatuí na Praia da Boa Viagem

Raquel Morais e Fotos Clóvis dos Santos

Quem esteve nesse domingo (09) na Praia da Boa Viagem, em Niterói, se deparou com uma cena muito comum na década de 80 e muito mais rara nos dias atuais. A presença de tatuís chamou atenção de quem caminhava na ‘beira-mar’ e aproveitava a praia. Especialistas ambientais confirmam que o aparecimento dos tatuís está relacionado com a queda no movimento nas praias e consequentemente o baixo pisoteamento das areias. Além disso a qualidade da água é outro fator que permite essa proliferação.

O técnico em informática Clóvis dos Santos, 31 anos, esteve na praia da Boa Viagem em uma caminhada e registrou a presença dos bichinhos. “Passei com minha esposa e vi depois de uma onda os tatuís entrando na areia. Fiquei muito contente pois desde criança eu não via essa cena. Foi um presente ver quer o meio ambiente está se recuperando e tivemos que registrar”, contou.

O embaixador do Instituto Trata Brasil, o biólogo Mário Moscatelli, explicou que um dos motivos do desaparecimento dos tatuís das praias é o excesso de pisoteamento nas areias. Com a pandemia do coronavírus e praias mais vazias a possibilidade de aparecimento dos tatuís é maior. “Aliado a isso a qualidade da água está boa e estamos em uma época do ano que a corrente marítima dessa região conduz as larvas dos tatuís. Mas esses três fatores têm que andar juntos. Isso significa que estamos em boas condições ambientais”, contou o especialista em gestão e recuperação de ecossistemas costeiros.

Em julho do ano passado a Prefeitura de Niterói postou em suas redes sócias o aparecimento dos tatuís na Praia de Icaraí. Na época a administração municipal reforçou que a presença de tatuís na areia é um ótimo indicador de limpeza da praia e do mar. Na cidade, em busca de tornar essas visitas cada dia mais frequente, é desenvolvido o Projeto Enseada Limpa, que visa a melhor qualidade das águas e do meio ambiente de modo geral e, sobretudo, a melhoria da qualidade de vida da população desses locais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *