Tarde de autógrafo com Denize Rodrigues no Olimpo restaurante

A autora Denize Rodrigues estará presente no dia 12 de outubro, às 13h, no Olimpo Restaurante, para uma tarde de autógrafo do seu livro Bicho do Mato. O livro é um ensaio fotográfico acompanhado de texto, compondo um livreto de 22 páginas. Toda a renda da venda desses livros é destinada à APAE-Niterói/RJ. Os exemplares poderão ser adquiridos por R$ 10.

Denize Rodrigues é fotógrafa amadora, já fez alguns cursos, é apaixonada pela natureza e faz dos pequenos detalhes que fotografa grandes celebrações. A autora é formada em administração e economia e tem mestrado e doutorado em administração. Atualmente leciona em cursos de pós-graduação e realiza treinamento empresarial nas áreas de gestão de pessoas e ética empresarial.

“Conheci a Margot Rodrigues Pereira, parceira da APAE-Niterói e ela gostou das minhas fotos. Na ocasião me falou do trabalho de um jornalista sobre o Parque São Bento e que foi doado para a APAE. Decidi seguir a mesma trilha e de um grupo de fotos que eu iria doar foi saindo o livreto”, comentou Denize.

As imagens são um olhar de admiração e não de um especialista em criaturas da natureza. Todas as criaturas que são partes deste ensaio foram fotografadas vivas e no mesmo local onde foram avistadas, em diferentes localidades do estado do Rio de Janeiro, que ainda gozam do privilégio de estarem emolduradas pela Mata Atlântica. A proposta é mostrar alguns “bichos do mato”. Para isso as fotos foram sequenciadas de acordo com os seguintes temas: acasalamento, nascimento; camuflagem, simbiose, polinização e exotismo. Para Denize, a ideia de fazer um trabalho como esse é tão antiga quanto à admiração que tem pelas coisas da natureza. “Ao mostrá-lo às pessoas da APAE, descobri um caminho para colocá-lo em prática e um canal para a sua doação. A intenção é mostrar que os pequenos bichinhos do mato não são assustadores e, se assustam, é só um pouco, e por pouco tempo, até a gente se acostumar com eles. A partir daí, parar, com o intuito de admirá-los, passa a ser uma mera questão de tempo. Não demora muito para a gente compreender que, além de enfeitar a natureza, elas têm um importante papel para a preservação da vida. Essas informações estão fartamente difundidas por toda parte em linguagem acessível a qualquer idade”, finalizou Denize Rodrigues.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *