Tapumes do Monumental Oscar Niemeyer são furtados

Pela segunda vez nesse mês o canteiro de obras do empreendimento Monumental Oscar Niemeyer, no Centro de Niterói, virou notícia. No último dia 11 um incêndio que consumiu parte do terreno teria sido provocado por usuários de drogas, que entram no local. Agora quase todos os tapumes de alumínio que cercam o terreno foram furtados na manhã desta segunda-feira (22), em plena luz do dia.

Um homem foi flagrado retirando as placas de alumínio por volta das 8h40min e colocando-as em um carrinho, conhecido como ‘burrinho sem rabo’. Por todo o terreno de 3,8 mil metros quadrados foram instaladas as placas, presas em uma enorme estrutura de madeira. Até o fechamento dessa edição restavam apenas quatro placas, deixando todo o terreno exposto. Ainda é possível ver o estrago que o incêndio deixou, mas muito mato, árvores e restos de materiais podem ser observados por quem passa pelo local.

As empresas PDG e Latini Bertoletti foram procuradas para comentarem o caso, mas não se manifestaram até o fechamento dessa edição. A Prefeitura de Niterói também foi questionada sobre o assunto, inclusive se existe a possibilidade de notificação dos proprietários, mas informou que ‘trata-se de um empreendimento privado. Cabe ao proprietário tomar as providências necessárias’.

A construção faz parte do projeto de revitalização do Centro, parte do Caminho Niemeyer (que liga Teatro Popular e Museu de Arte Contemporânea (MAC) mas está em trâmites administrativos desde 2012. O Monumental faz parte de um projeto com valor estimado em R$ 367 milhões, com duas torres com 31 andares cada e no 13º pavimento uma passarela irá ligar os dois prédios, através de um jardim suspenso. Em uma torre serão construídas 491 salas comerciais, 14 lojas, e a outra terá alguns escritórios corporativos, um restaurante e 293 quartos de hotel com a bandeira Ibis, da Rede Accor.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

quatro × 3 =