Suspeito é morto após confronto no Porto Novo

Augusto Aguiar –

Um confronto entre policiais militares do 7º BPM (São Gonçalo) e criminosos deixou um morto e outro suspeito preso na madrugada de ontem no bairro do Porto Novo. Duas réplicas de armas e um revólver foram apreendidos, além de um veículo e aparelhos celulares recuperados.

Os militares explicaram que o Grupamento de Ações Táticas (GAT) realizava patrulhamento pelo bairro Paraíso, também em São Gonçalo, quando foram alertados para os ocupantes de dois veículos: um Sandero vermelho e um Voyage branco, que estariam praticando roubos na Rua da Caminhada, no bairro Porto Novo.

A guarnição passou então a realizar buscas no sentido de localizar os veículos. Ao passarem pela Rua Maria Rita, os policiais localizaram os carros e os ocupantes não teriam respeitado a ordem de parada. Além do Sandero, uma motocicleta com dois ocupantes estava dando cobertura aos bandidos. Houve confronto e o Voyage acabou batendo na lateral de um ônibus da Viação Estrela. Após a batida, um dos criminosos (não identificado) saiu com a arma em punho e, depois de atirar contra a guarnição, foi baleado e morreu. Os outros criminosos conseguiram furar o cerco e fugiram.

Com a colisão, o motorista do coletivo, identificado como Ailton Tavares, ficou com as pernas presas nas ferragens, sofrendo várias escoriações. Ele foi socorrido junto com um dos criminosos, que recebeu voz de prisão, identificado como Mateus Araújo Sampaio Nascimento, de 19 anos. Na ação foram apreendidos um revólver calibre 38 com cinco munições intactas e uma deflagrada, uma réplica de calibre 12, uma réplica de pistola, cinco aparelhos celulares e pertences diversos de vítimas de roubo. O Voyage foi recuperado pela guarnição. A ocorrência foi registrada na 73ª DP (Neves).

De acordo com os últimos números do Instituto de Segurança Pública (ISP), referentes ao mês de agosto – houve crescimento nos autos de resistência em todo o Estado – o 7º BPM registrou 15 ocorrências do gênero, contra 10 no mês anterior. Em agosto de 2017, o Batalhão de São Gonçalo registrou oito registros de auto de resistência.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

catorze + 13 =