Suspeito é baleado durante operação para retirar barricadas no Jardim Catarina

Um suspeito foi baleado durante uma operação nesta quinta-feira (12) no bairro Jardim Catarina, em São Gonçalo. De acordo com a Polícia Militar, os agentes realizavam uma ação para retirar barricadas das ruas do bairro, quando foram atacados. Semanalmente o batalhão da cidade realiza ações no local para desobstruir as vias que são bloqueadas pelos traficantes.

O 7º BPM (São Gonçalo) informou que durante a manhã, por volta das 8h, policiais começaram a ocupar as vias para que uma retroescavadeira pudesse retirar as barricadas. Neste momento os agentes foram atacados e houve uma intensa troca de tiros. Quando os disparos cessaram os PMs encontraram um homem que estava caído e ferido.

Segundo a PM, com o rapaz, que não teve o nome divulgado, foi encontrada uma pistola calibre 9mm, drogas e um rádio transmissor. Ele foi socorrido e levado para o Hospital Estadual Alberto Torres (Heat), no Colubandê.

Quem passa pelas ruas do Jardim Catarina, o maior loteamento habitacional da América Latina, percebe que muitas vias estão obstruídas por barricadas. Não é uma novidade e essa é a maneira que os criminosos encontraram para tentar impedir a entrada das forças de segurança. Seja com barras de ferro fincadas no chão, pilhas de entulho ou até blocos de concreto, os criminosos utilizam qualquer material para fazer as barricadas. Vale destacar que em muitos casos, uma mesma rua é bloqueada em mais de um ponto.

Semanalmente o 7º BPM realiza retirada de barricadas nos locais, em fevereiro foram pelo menos seis ações no local. No último dia 2, a PM retirou mais de 20 toneladas de entulhos usados como barricadas pelos criminosos. Neste dia, foram seis ruas reabertas.

Os mais afetados são os moradores, que para trafegar de carro precisam fazer zigue-zagues entre elas quando dá, pois quando não é possível, eles precisas encontrar outro caminho ou parar o carro, retirar e recolocar a barricada, porque caso não recoloque, ele sofre represália do tráfico, segundo informações dos próprios moradores.

Como já foi noticiado por A TRIBUNA, o Jardim Catarina é o bairro do Leste Fluminense que mais registrou tiroteios em 2019, segundo dados colhidos até o dia 29 de fevereiro. Além disso é líder em número de feridos e mortos neste mesmo período, já que 10% de todos os mortos na região perderam a vida no bairro. Os dados são da Plataforma Fogo Cruzado.

Dez fuzis apreendidos em 2020

Um fuzil foi apreendido a cada sete dias em São Gonçalo este ano. De todos os batalhões do Estado, o 7º BPM é o segundo com maior volume de apreensões deste armamento de guerra, com 10 fuzis entre 1º de janeiro e 6 de março deste ano.

De acordo com o comando do batalhão, os armamentos foram encontrados em Jardim Mirambi (quatro), Salgueiro (três) e nos bairros da Alma, Berjal e Nova Grécia, com um fuzil cada.

A frente do 7º BPM está apenas o 14º BPM (Bangu), que apreendeu 12 fuzis este ano.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

19 − quatro =