Suspeito de matar PM em SG volta atrás e muda versão

O suspeito de ter efetuado os disparos que vitimaram o policial militar Thiago Lopes Gonçalves, no domingo (25), em São Gonçalo, voltou atrás e mudou a versão para o que aconteceu no dia do crime. Ele prestou depoimento, na quarta-feira (28), na sede da Delegacia de Homicídios de Niterói, São Gonçalo, Itaboraí e Maricá (DHNSG) e, na manhã de ontem, foi encaminhado ao sistema prisional.

Durante a transferência do Pronto Socorro Central de São Gonçalo (PSCSG) para a sede da especializada, o acusado teria admitido a policiais militares do 7º BPM (São Gonçalo), responsáveis pelo transporte, ter feito os disparos que resultaram na morte do agente. Entretanto, em depoimento prestado horas depois, o suspeito teria negado o fato, segundo informou o delegado Leonardo Affonso, responsável pelo inquérito.

Desde o dia do crime o rapaz está preso por conta do assassinato, conforme informou o delegado no início da semana. Após ser encaminhado ao sistema prisional, o suspeito, que tem 18 anos, foi transferido para uma unidade prisional no Complexo de Bangu, na Zona Oeste do Rio de Janeiro.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

9 + 12 =