Superintendente do ‘Segurança Presente’ ressalta a importância de A TRIBUNA

O coronel da Polícia Militar, Francisco Melo, superintendente do ‘Segurança Presente’ em todo o estado do Rio, visitou na quarta-feira (9), na redação de A TRIBUNA. Apresentou um pedido formal de desculpas aos diretores, editores e repórteres em razão da “nota de repúdio”, distribuída e assinada pelo Major Climaco, coordenador do programa em Niterói, classificando como “fake news” um artigo assinado pelo jornalista Luiz Antonio Mello, editor sênior do jornal, intitulado “Segurança presente desaparece de Icaraí no carnaval”.

Mesmo realçando o valor operacional do major Climaco, o oficial superior repreendeu duramente o coordenador local do programa, proibindo-o expressamente de emitir notas à imprensa. Francisco Melo disse ainda que a nota indevida foi assinada pelo coordenador local sem o necessário conhecimento prévio e devida autorização de seus superiores, sendo um ato isolado e, por consequência, reprovável. Afirmou, ainda, que o ‘Segurança Presente’ se relaciona com a imprensa sempre através da assessoria de comunicação, único canal pelo qual qualquer nota ou comunicado poderia ser emitido.

“A orientação que nós damos é a seguinte: caso a notícia divulgada pela imprensa seja verdade, corrija. Se é parte verdadeira, explica”, ponderou.

Sobre o policiamento em Icaraí, o coronel explicou que o ‘Segurança Presente’ cumpre a função de policiamento de proximidade, com ênfase nas atividades comerciais, bancárias, turísticas e econômicas de um modo em geral. E que existem questões logísticas em Niterói que podem alterar o efetivo em uma determinada região. No entanto, frisou que os agentes do programa, com atuação em Niterói, não são deslocados para outras regiões do estado. “O Segurança Presente em Niterói não se divide por bairros.

Há, sim, bases logísticas, para otimizar a presença, cujos agentes são designados para regiões conforme a demanda estratégica”, assinalou.

Apesar de ter criticado o major Climaco pelo ato indevido, o coronel F Mello ressaltou as qualidades do oficial. “O major Climaco é um dos oficiais mais produtivos e combativos da Polícia Militar”, disse.
Acompanhado de sua assessora de imprensa, o coronel percorreu todas as instalações do jornal reconhecendo, o valor histórico de ”A Tribuna” e os grandes serviços prestados também à segurança pública e à Policia Militar. Ele foi recepcionado pelos diretores Jourdan Amóra, Gustavo Santana Amóra, Luis Jourdan Amóra, na companhia dos editores sêniores André Freitas e Luiz Antonio Mello.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.