Subtenente da Marinha é assassinado em Itaboraí

Augusto Aguiar –

Um bárbaro crime de latrocínio (roubo seguido de morte) estarreceu os moradores de Manilha, em Itaboraí, na manhã de ontem (4), quando o subtenente da Marinha, Edson de Souza Maia, de 47 anos, foi morto a tiros por assaltantes. Segundo testemunhas, o militar teria sido rendido por bandidos armados na Rua Antônio Carlos Guedes após deixar a filha na escola. Na fuga, os bandidos levaram o veículo do militar, um Fiat Uno cinza. A vítima residia no bairro Jardim Shangrilar, também em Itaboraí.

Policiais do 35º BPM (Itaboraí) foram até o local e foram informados que o militar havia acabado de deixar a filha de 12 anos na Escola Manilhense, a cerca de 100 metros de onde o crime foi praticado. No caminho de volta para casa Edson foi rendido pelos bandidos. Na ação, ele teria tentado reagir e acabou sendo baleado. Uma ambulância do Corpo de Bombeiros ainda chegou a ser acionada, mas apesar dos esforços a vítima não resistiu aos ferimentos e morreu no local. Testemunhas afirmaram que o subtenente teria conseguido lutar com os criminosos, mas os assassinos teriam tomado a arma do militar e atirado pelo menos quatro vezes contra ele. Em seguida, além da arma, fugiram levando o carro da vítima. Agentes da Divisão de Homicídios de Niterói, São Gonçalo e Itaboraí (DHNSG) foram acionados para periciar o local do crime e dar início às investigações para identificar e prender os assassinos.

O crime ocorreu nas imediações da passarela de Manilha, onde testemunhas afirmaram que muitos assaltos acontecem no local. Imagens de câmeras de segurança devem ser utilizadas para ajudar na identificação dos marginais.

“Acabo de perder mais um irmão de turma. Vítima dessa política covarde e descaso com a segurança pública, vítima de assalto. Assassinado, vira mais um militar para as estatísticas. Infelizmente nem pode gozar da reserva que tanto esperamos”, postou um amigo indignado nas redes sociais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *