STF autoriza volta ao TCE-RJ de quatro conselheiros afastados em 2017 e que chegaram a ser presos

O Supremo Tribunal Federal (STF) concedeu habeas corpus a quatro conselheiros do Tribunal de Contas do Rio de Janeiro (TCE-RJ) afastados desde 2017 por denúncias de corrupção.

José Gomes Graciosa, Marco Antônio Alencar, Aloysio Neves e José Maurício de Lima Nolasco querem voltar aos cargos no TCE. Eles chegaram, a ser presos em 2017 na Operação Quinto do Ouro, um desdobramento da Operação Lava-Jato no Rio.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.