Skull Guard terá nova temporada em novembro

O reconhecido curso de preparação de agentes públicos Skull Guard, que já contou com a participação de integrantes internacionais como da tropa de elite federal americana SWAT (Special Weapons and Tactics ou Armas e Táticas Especiais), terá novas turmas em novembro. A iniciativa conta com o apoio da Secretaria de Esporte e Lazer da prefeitura de Niterói e do jornal A Tribuna.

“Nós já tivemos a participação de 4 mil homens de várias forças armadas, inclusive da renomada SWAT. O curso utiliza do método sistêmico Skull Guard Caveiras do Brasil. A preparação tem duração de três meses e o conteúdo se divide em aulas teóricas, práticas e táticas dadas por militares de diversos grupos como do Batalhão de Operações Especiais (BOPE), Grupo Aeromarítimo (GAM) e da polícia municipal, além de promotores e juízes. Os locais de treinamento se dividem entre o campo da guarda municipal, o próprio batalhão militar de Niterói, a sede do corpo de bombeiros na cidade entre outros”, informou mestre Carlão Teixeira, funcionário público da área de segurança e desenvolvedor do projeto.

O curso niteroiense conta hoje com unidades por todo o Brasil. A mais nova foi inaugurada pelo professor Lael Pessolato Júnior, diretor-geral de São Paulo, que prestará exame para o seu segundo dan (sistema de pontos para se conseguir a formação de mestre) no final do ano.

A próxima edição do Skull Guard já conta com mais de 5 mil pré-inscrições de acordo com os seus organizadores somando interessados de Niterói, São Gonçalo, Itaboraí entre tropas que virão de todo o mundo, como agentes japoneses, americanos e suíços. Os interessados em participar devem entrar em contato através dos números 021 97925-8118 e 021 97911-6777 para preencher as mil vagas restantes.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

1 + quatro =